A empresa liderada por antigos gestores da Farfetch, Prozis e Rocket Internet desenvolveu um modelo de subscrição online direcionado ao mercado dos animais de estimação. O negócio da Barkyn cresceu 300% em 2018.

A Indico Capital Partners acabou de anunciar mais um investimento. Desta vez, a aposta do fundo de 46 milhões de euros criado no início deste ano foi na Barkyn, onde liderou uma ronda de 1,7 milhões de euros.

Esta empresa desenvolveu um serviço de subscrição online para animais de estimação e já entrega mais de 40 toneladas de ração por mês. Os clientes recebem um pack mensal com ração, snacks e brinquedos personalizados e a Barkyn disponibiliza, ainda, uma veterinária online.

A ronda de quase dois milhões de euros contou também com a participação da Iron Ventures e dos business angels da Shilling Capital Partners e da 7 Graus. O capital vai permitir à empresa portuguesa acelerar o desenvolvimento de novos produtos e expandir-se para novas geografias europeias. Atualmente, para além de Portugal, a Barkyn opera em Espanha e Itália.

“O mercado dos animais de estimação está a crescer exponencialmente a nível global e é, atualmente, um dos mercados com maior crescimento em termos de bens de consumo online”, explica André Jordão, fundador e CEO do serviço online. Prova disso é o crescente interesse dos investidores pela área: entre 2012 e 2017, o capital investido nas start-ups deste mercado cresceu 334%.  “Mais do que construir algo inovador no fragmentado mercado dos animais de estimação, estamos a construir o futuro do e-commerce com uma personalização e conveniência extremas”, acrescenta o empreendedor.

Saliente-se, ainda, que a Barkyn, que viu o seu negócio crescer 300% em 2018, foi uma das oito start-ups selecionadas pela Google para o seu programa de crescimento, que decorreu no ano passado, em Madrid.

Fundadores Barkyn

O currículo dos líderes da equipa mostra experiência no mercado online. Rocket Internet, Farfetch e Prozis são algumas das empresas pelas quais os fundadores passaram, segundo comunicado.

Stephan Morais, managing partner da Indico, mostra entusiasmo com a “incrível capacidade de execução da equipa num mercado online com um crescimento muito rápido”, acrescentando também que “o modelo de negócio é robusto com margens interessantes num negócio tipicamente de margens reduzidas, o que demonstra o excelente historial e a determinação dos empreendedores”.

Relembre-se que esta é a quarta aposta da Indico. A primeira foi a Sound Particles, seguida da Bitcliq e da Attentive.

Comentários

Sobre o autor

Avatar