Quer conquistar a atenção do seu público-alvo e gerar entusiasmo pelo seu produto? Saiba como as redes sociais o podem ajudar nesta missão.

Empresas de menor dimensão e com orçamentos mais reduzidos para estratégias de comunicação e marketing por vezes veem-se obrigadas a encontrar ideias disruptivas e inovadoras para lançar um novo produto ou serviço no mercado e com prazos mais apertados. As redes sociais são uma ferramenta ao alcance de qualquer empresa, que usadas de forma cuidada e criteriosa podem, num curto espaço de tempo e com pouco dinheiro, ajudar o novo produto a conquistar o interesse dos potenciais clientes e ganhar notoriedade.

Quando os prazos apertam e as ideias têm que surgir rapidamente, aqui estão seis formas criativas que as empresas podem usar para gerar entusiasmo e desejo pelo novo produto junto do consumidor-alvo, segundo o Addicted2Success

1. Definir um objetivo
Não basta indicar que o projeto de comunicação quer criar “notoriedade junto do mercado”. É preciso ser mais detalhado e específico com os objetivos já que estes devem ajudar a empresa a medir o sucesso da ação de divulgação.

Um dos objetivos pode ser o número de seguidores que são direcionados das redes sociais para o site da empresa/produto ou os seguidores que fazem pré-reserva da novidade. A empresa deve saber quais são os indicadores que quer analisar para avaliar o sucesso do projeto. Em suma, as ferramentas online devem estar otimizadas e configuradas, de forma a que os objetivos definidos sejam mensuráveis e ajudem a perceber a notoriedade que o produto angariou até ao lançamento.

2. Comunicar com foco
Não importa o esforço realizado para ativar uma campanha, se esta não for planeada inteligentemente provavelmente resultará em fracasso. Só porque a empresa usa redes sociais, não significa que se pode atuar sem estratégia e desta forma acertar no alvo com sucesso. Antes de pôr a ação em curso, a empresa tem que conhecer bem o problema que pretende resolver com esta estratégia.

A empresa tem que analisar os consumidores afetados por esse problema e o que os atrai para o produto ou serviço. As redes sociais são importantes, mas a comunicação deve ser segmentada para os diferentes tipos de compradores. Os novos produtos costumam ser um ótimo momento para restabelecer a ligação com clientes antigos, assim como para atingir novos potenciais clientes.

Uma sugestão é usar a equipa de vendas na partilha de conteúdos e avaliar o engagement rate (interações, comentários e partilhas). Depois dessa análise comparativa, pode ser otimizada a presença nas redes sociais ao escolher as mais adequadas de acordo com o público-alvo.

3. Comunicar com sentimento
A personalização é a chave para atingir o coração dos compradores. Escrever um copy para as redes sociais que seja adequado aos diferentes mercados verticais é uma forma de mostrar que conhece as diferentes necessidades desses targets. Também é importante, após a conversação iniciada, que a equipa que fará a gestão da comunidade esteja ciente da linguagem e da forma de conversar com o público. Realizado de forma eficaz, a taxa de engagement irá crescer exponencialmente

4. Desenvolver conteúdos que promovam interação
Aquando da elaboração dos conteúdos para as redes sociais deve ter-se em consideração os diferentes tipos de clientes, pois poderá haver diferentes tipos de consumidores para um mesmo tipo de produto.

A empresa deve investir algum tempo para compreender quais são os aspetos críticos para cada tipo de consumidor. Deve estar bem definido o que o produto pode oferecer a cada target e há que traduzir essa compreensão ao explicar a proposta de valor. Quanto mais direcionada a mensagem for, mais engagement o conteúdo produzirá.

5. Não revelar tudo
Às vezes, nos momentos de pré-lançamento a empresa fica tão entusiasmada com o produto que revela muitas informações antecipadamente. Nesse caso o que resta para o lançamento? Aparentemente, nada além do produto propriamente dito. É importante despertar a curiosidade junto do público – “o segredo é a alma do negócio”.

Construir a estratégia com antecipação, criar mistério à volta do produto, dosear a informação partilhada, criar hype e despertar emoção no momento do lançamento são estratégias para o sucesso.

6. Contar uma história
Um bom storytelling é uma forma poderosa de envolver as pessoas com o produto antes mesmo de chegar ao mercado. É importante a empresa usar os testemunhos dos compradores existentes sobre a sua experiência com os produtos atuais. Isto irá potenciar o relacionamento positivo com os clientes existentes e criar notoriedade no segmento. O feedback positivo ajuda a criar um vínculo com os novos clientes.

 

Comentários