A Ablute apresentou-se recentemente ao mercado com um inovador projeto de sanitas. Agora quer apresentar o seu plano de crescimento a investidores para fazer evoluir o produto para uma nova etapa de desenvolvimento.

Levar inovação a um produto “habitualmente monótono” e pouco estético como as sanitas foi um projeto que a Ablute transpôs da ideia à prática. Criou um objeto de design sofisticado, mas concebido em primeiro lugar pela funcionalidade uma vez que no seu desenho a ergonomia e o conforto de utilização mantiveram o foco principal.

Aliás, o método do desenho desenvolvido por esta start-up portuguesa foi alvo de patente e é o que o distingue dos modelos comuns. Isto é, a proposta apresentada pela Ablute consiste num modelo de sanita que tem a particularidade de recolher, ficando totalmente embutida na parede quando não está em uso, libertando completamente o chão das casas de banho.

Inovação e design
O processo de funcionamento é simples já que a bacia roda entre a abertura e o encerramento e acopla, quando fechada, num dispositivo que a lava integralmente. A descarga gravitacional é substituída por injeção de água pressurizada quente, reduzindo a quantidade utilizada para um décimo das mais eficientes. O facto de não necessitar de produtos de limpeza, na maioria das vezes nocivos, é uma vantagem para o meio ambiente, segundo os mentores do projeto. A lavagem é feita com água pressurizada, o que não só é economicamente mais vantajoso, como também mais sustentável.

O equipamento recorre a sistemas de inteligência artificial, discretos para o utilizador, aumentando o conforto e dispensando a utilização de botões, como explicam os responsáveis do projeto. A inovação do produto, quer em termos funcionais quer de design, já atraiu a atenção do setor com algumas das maiores empresas internacionais a olharem para o projeto da Ablute com grande interesse.
Atualmente, os líderes deste setor de mercado são do Japão, Alemanha, Espanha e Estados Unidos e faturam mais de 2 mil milhões de euros com as designadas smart-toilets. Trata-se, por isso, de um mercado em forte crescimento, à medida que países periféricos, como Portugal, adaptam práticas de higiene mais eficazes e de sustentabilidade ambiental, explicam os fundadores da Ablute.

Do Norte do país para o mundo
A Ablute foi criada a partir da iniciativa de Carla Dias e Nuno Marujo e está sedeada em Viana do Castelo. Apesar de jovem já tem compradores para exportar o produto para diversos países. Este ano prevê o aumento do número de funcionários para cerca de duas dezenas, a maior parte dos quais altamente qualificados. Atualmente tem em curso diversos projetos de Investigação e Desenvolvimento, “que trarão maiores novidades no futuro”, para a implementação dos quais a Ablute procura parceiros/investidores na área do software e de equipamentos de saúde, com o apoio dos quais possa desenvolver o projeto para um novo patamar de inovação.

Resumo
Responsáveis: Carla Dias e Nuno Marujo
Produto: Sanitário
Mercado: Nacional e internacional
Necessidade
: Investidores da área de software e da saúde
Contacto:  www.ablute.pt // info@ablute.pt

Comentários