Aquele whiskey que nunca encontra para aquele jantar de última hora ou para a festa que vai dar em casa. A solução pode chegar em 60 minutos. Chama-se SW!G e é um marketplace de bebidas que foi criado no ano passado, em plena pandemia. Ao Link To Leaders, João Mendes, cofundador da SW!G, fala do projeto e dos planos de expansão, e de crescimento.

“Connosco, podes ficar no conforto do sofá enquanto comparas os preços das mais variadas garrafeiras e esperas que cheguemos até ti. Podes receber a tua encomenda em menos de 60 minutos ou numa hora à tua escolha – tu é que mandas. Agora confessa: só falta o cavalo branco para sermos o teu príncipe encantado”.

É assim que a SW!G, um novo marketplace de bebidas, se apresenta ao mercado. Criada em plena pandemia, a SW!G destina-se ao consumidor final, mas num futuro a médio prazo quer chegar ao mercado B2B. Para já, disponibiliza mais de 3 mil bebidas, com os vinhos e os whiskeys a liderarem a preferência dos portugueses na plataforma.

Como surgiu a ideia de criar a SW!G?
A SW!G nasce da vontade de criar um negócio 100% digital, com tecnologia de topo, abrangente e inclusivo, e com um grande potencial de crescimento. Pretendíamos criar uma marca forte, que congregasse uma rede de parceiros e com possibilidade de internacionalização. Surgiu, assim, um marketplace, a SW!G, uma plataforma especializada, que introduz uma nova tendência no mercado nacional, no setor das bebidas, com o qual os seus dois sócios fundadores têm uma relação muito próxima, devido à sua experiência na indústria das bebidas e na gestão de espaços pertencentes ao canal HORECA.

A quem se destina?
Nesta fase inicial, o nosso target é o cliente final, masculino e feminino, com idades compreendidas entre os 20 e os 80 anos. Por essa razão, a SW!G reúne inúmeros produtos, com diferentes pricings, para todos os gostos. Temos as nossas personas definidas e comunicamos com o nosso target, através de várias campanhas que despertam o impulso de compra, para artigos que realmente lhes interessam. Num futuro a médio prazo, pretendemos também servir o mercado B2B, temos tido feedback de hotéis e restaurantes que nos dizem que seria muito conveniente ter uma plataforma como a SW!G, para servir os departamentos de compras e otimizar o tempo de procura e compra.

A empresa foi criada em plena pandemia. Quais os desafios que encontraram?
A pandemia deu-nos uma motivação maior na medida em que acompanhámos de perto todo o crescimento do ecommerce. Verificámos uma mudança enorme nos hábitos de compra online, certo que forçada, mas que acabou por gerar o hábito de algo conveniente e muito prático. Íamos acompanhando também vários insights que vinham dos grandes operadores e sentíamos que este era um caminho para o futuro, e que o público estava de facto a acreditar cada vez mais no online, diminuindo drasticamente o medo da compra por esta via. Estes são excelentes indicadores e acreditamos que esses hábitos tenham vindo para ficar.

“Neste momento entregamos em 60 minutos na área da grande Lisboa. Sempre que um cliente está a um máximo de 15km do retalhista, a entrega pode ser feita dentro de uma hora”.

Quais as vantagens da SW!G?
As vantagens da SW!G são várias. Uma enorme escolha de bebidas (diversidade). A tendência é crescente, com a consecutiva integração de novos parceiros. Queremos que qualquer cliente encontre sempre o que deseja. Entregas rápidas. Neste momento entregamos em 60 minutos na área da grande Lisboa. Sempre que um cliente está a um máximo de 15km do retalhista, a entrega pode ser feita dentro de uma hora. Comparação de preços e serviço para a mesma referência. O cliente pode comparar os preços e o serviço prestado por cada retalhista e informação sobre portes para a mesma referência.

Proximidade parceiros. O objetivo é ter o maior número possível de parceiros e ter a maior oferta possível, com entrega no mínimo tempo. Entregamos em todo o país, embora a nossa logística vá crescendo de acordo com as cidades onde começamos a integrar parceiros. Pagamentos seguros – Não existem pagamentos com dinheiro na SW!G. Esta opção leva não só a uma confiança por parte do cliente, como também a uma certeza do nosso lado de que as compras são efetuadas com sucesso e com todos os aspetos legais salvaguardados.

Quantas bebidas podemos encontrar já neste Marketplace?
Neste momento temos mais de 3 mil bebidas disponíveis. A nossa plataforma não exibe resultados sem stock, os produtos apresentados estão disponíveis. Existem mais referências em backoffice que só surgem quando existem em stock.

Entre as categorias que disponibilizam, qual a mais requisitada?
As categorias de maior preferência até agora, são os vinhos e os whiskeys. Já temos bastantes cervejas artesanais, gins, tequilas, rum, já vão começando a sair, mas ainda não fazem parte das mais requisitadas.

Quem pode ser parceiro da SW!G?
Qualquer garrafeira, loja gourmet, loja online que venda bebidas. Não olhamos ao número de produtos de cada um, procuramos principalmente variedade. Temos parceiros com três referências e outros com 2 mil. Não faz parte da nossa estratégia recusar a entrada no marketplace a retalhistas que reúnam estas condições. É importante salientar que a entrada de um parceiro na SW!G não tem custo de inscrição, manutenção ou comunicação. Temos uma comissão negociada que varia com base no número de referências inseridas, e que só é paga quando há venda.

O serviço está disponível de Norte a Sul de Portugal? Há planos de expansão?
Sim, o serviço está disponível de norte a sul do país. O que muda é o tempo de entrega: se um pedido for feito e processado em Faro, pode ser entregue no dia seguinte em Guimarães. Quanto a planos de expansão, acreditamos que precisamos de quatro anos para dominar o modelo em Portugal, quando isso acontecer podemos lançar o mesmo modelo noutro país, seguindo a mesma estratégia de crescimento.

No marketplace encontramos também um blogue. Porquê?
O blogue nasceu praticamente ao mesmo tempo. Temos muito conteúdo para partilhar. Sabemos que o blog é fundamental para aumentar a nossa credibilidade, para falar com o nosso público sobre novidades, curiosidades, inovação, etc. Tem um caracter importante também na forma como vamos explicando ao mercado o que é exatamente este conceito do marketplace e como pode ser utilizado da melhor forma.

Temos uma estratégia assente na ocasião de consumo de forma a despertar no cliente o sentimento de que podia viver exatamente isso, suscitando a curiosidade de forma mais próxima à sua realidade. Não queremos que a nossa plataforma seja mais do que produto e simplicidade de processos na escolha. O texto, a curiosidade e todos os temas inerentes ao negócio ficam no nosso blog.

“Prevemos um crescimento de 30% a 40% nos primeiros 12 meses, com uma previsão para 2025 a rondar as 4 mil conversões mensais”.

Qual a previsão de crescimento para a SW!G?
De acordo com a tendência de crescimento do ecommerce, das plataformas multivendor e de ferramentas com tecnologia avançada totalmente centradas no cliente e no seu Customer journey, prevemos um crescimento de 30% a 40% nos primeiros 12 meses, com uma previsão para 2025 a rondar as 4 mil conversões mensais. A SW!G nasceu com a ambição de crescer, de forma sustentada, em torno da redução do custo de aquisição de clientes e da projeção e antecipação do life time value dos nossos clientes.

Como vê a SW!G dentro de um ano?
Queremos ser uma referência no mercado digital na venda de bebidas a nível nacional – é o nosso primeiro objetivo. Queremos ser vistos não só como intermediários, mas como detentores de uma ferramenta indispensável para o crescimento dos nossos parceiros. Queremos posicionar-nos como a melhor oferta e experiência para o cliente. Queremos representar cerca de 30% a 40% das vendas dos nossos parceiros. Pretendemos firmar parcerias com centenas de referências, nas principais cidades do país, para potenciar os seus negócios locais e melhorar a qualidade de vida dos nossos clientes, oferecendo uma excelente experiência de compra, com preços competitivos e transparentes, e uma seleção incomparável de produtos.

Respostas rápidas:
O maior risco:  Perda de parceiros – quantos mais parceiros tiver mais forte é o marketplace.
O maior erro: Foi bom começar em 2020, era melhor ter começado em 2018.
A maior lição: Ser 100% digital e aplicar esta norma a todas as diretrizes do negócio.
A maior conquista: O rápido crescimento dos nossos parceiros e a robustez da nossa equipa.

Comentários