Se não é novidade que a tecnologia tem vindo a assumir um papel cada vez mais preponderante para as organizações ao longo dos últimos anos, 2020 veio comprovar o quão é sinónimo de agilidade, eficiência e flexibilidade.

Altamente desafiante a todos os níveis, 2020 colocou em destaque e evidência a tecnologia como uma parte incontornável da solução para encontrarmos novas formas de trabalhar e de fazer negócios.

As empresas reinventaram-se, o teletrabalho ditou as novas dinâmicas de workflow e os consumidores mudaram de hábitos, ganhando o comércio online mais expressão. O teletrabalho, o ecommerce e as ferramentas digitais alcançaram uma nova importância e, se havia setores e empresas com maior maturidade digital e cuja adaptação à nova realidade acabou por ser mais simples, muitas foram as organizações que tiveram de olhar para a tecnologia como um investimento necessário para a sobrevivência dos seus negócios num cenário pautado pela incerteza.

Mais de 4,5 biliões de pessoas usam internet atualmente, e os utilizadores das redes sociais ultrapassaram já os 3,8 biliões, com quase 60% da população mundial a estar online. Em 2020, para termos uma ideia, a cada minuto, foram publicadas 347 mil novas stories no Instagram, 147 mil fotos no Facebook e 41 milhões de mensagens foram trocadas no WhatsApp.

Estes factos servem para ilustrar a quantidade de dados que circulam a nível global, dados esses que representam inúmeras oportunidades e desafios para as empresas que os transformem em valor e os coloquem ao serviço dos seus negócios. Numa altura tão crítica os dados assumem, sem dúvida, um papel soberano nas estratégias de negócio das organizações e na criação de insights importantes de suporte à decisão.

Uma correta análise de dados, precisa e segura, torna possível obter uma visão transversal da empresa, do setor, do mercado e do cliente. A análise preditiva reflete-se diretamente no desenvolvimento de estratégias inteligentes, na minimização de erros, na criação de produtos e serviços personalizados, no mapeamento de novas oportunidades de negócio e em vantagens competitivas exclusivas.

No quadro atual de ação das organizações, a reformulação e reorganização de estratégias, a redução de custos e a criação de produtos e serviços mais direcionados e rentáveis são temas que se têm tornado prioritários. Esta realidade destaca ainda mais o papel das soluções de Data Analytics e Inteligência Artificial, ao possibilitarem uma maior assertividade na altura de tomar decisões, uma melhoria na eficiência e na performance dos negócios, uma otimização e agilização de processos e operações, e ainda a capacitação para o desenvolvimento de um serviço ao cliente de excelência.

Com uma solução tecnológica adaptada às reais necessidades da empresa, esta torna-se mais flexível, rentável e versátil conseguindo uma posição no mercado diferenciadora e um melhor desempenho.

A soberania dos dados é hoje inquestionável e representa uma ponte eficaz para a criação de estratégias de negócio vencedoras. Empresas data-driven são empresas ágeis, capazes e preparadas para dar resposta aos desafios do mercado atual e traçar um caminho de liderança para enfrentar os que se avizinham. E a sua organização, está preparada para o futuro?

_____________________________________________________________________________________

José Oliveira é fundador e CEO da BI4ALL, empresa de serviços de consultoria com competências de excelência em Transformação Digital e Data Strategy, com foco em Analytics, Big Data, Data Science, Artificial Intelligence, Data Visualizations, CPM e Software Engineering. Licenciado em Gestão de Empresas, pelo ISLA, e Pós Graduado em e-Business, pelo ISEG, iniciou a sua carreira profissional como gestor de Tecnologias de Informação na Rhône-Poulenc Agro Portugal durante 10 anos, passando depois para a Aventis Crop Science e para a Sinfic onde exerceu as funções de gestor de unidade de negócio. Foi membro da comissão instaladora do Instituto Ibérico de Corporate Governance, em parceria com o ISEG e com a VdA. Com mais de 25 anos de experiência nas áreas de Gestão e Informática, José Oliveira é também autor dos livros “Modelo Integrado para uma Gestão Eficiente e Controlo do Risco” e “Business Intelligence””

Comentários