A rede internacional de depósito de bagagens instalou-se no Porto, mais uma cidade estratégia na expansão internacional desta empresa que começou na Dinamarca inspirada pela experiência do seu fundador.

Depois do mercado lisboeta, a LuggageHero, rede internacional de depósito de bagagens, acaba de chegar ao Porto onde vai disponibilizar, na fase inicial, 30 pontos de entrega e de recolha de bagagem. Este serviço permite que os viajantes guardem as suas bagagens num local seguro enquanto exploram a cidade. O esquema de funcionamento é simples: basta aceder ao site e encontrar um dos locais parceiros – que pode ser uma loja, café ou estabelecimento autorizado – e reservar o espaço para depositar a bagagem. Os locais aderentes (que beneficiam de uma parte do valor pago pelo utilizador) são inspecionados regularmente por funcionários da LuggageHero.

Os pontos LuggageHero estão localizados junto dos principais pontos turísticos da cidade, em bairros movimentados e perto de grandes centros de transporte. De acordo com a informação fornecida pela empresa, os clientes pagam apenas pelas horas que sua bagagem é armazenada (um euro por hora), os volumes são protegidos com um selo inviolável e cada um tem cobertura de seguro até 2.500 euros.

“O Porto é uma peça muito importante para a expansão da LuggageHero na Europa e o número de turistas em constante crescimento é uma demonstração disto. O Porto é uma cidade a não perder para qualquer turista que queira conhecer Portugal e estamos orgulhosos em poder finalmente oferecer o nosso serviço nesta cidade maravilhosa”, explicou Jannik Lawaetz, fundador e CEO deste projeto que nasceu na Copenhaga, Dinamarca, em 2016. O facto de ele próprio ter passado pela experiência de não ter onde guardar a bagagem em viagem foi a inspiração necessária para Jannik Lawaetz implementar esta ideia baseada num conceito peer-to-peer de economia partilhada, fácil de usar, confiável e onde os clientes pagam apenas pelas horas que a sua bagagem é armazenada.

Atualmente, a LuggageHero, que se popularizou, sobretudo, entre os utilizadores de Airbnb e de alojamentos locais que não disponibilizam depósito de bagagem, está presente em 20 cidades do mundo, entre as quais Londres, Berlim, Madrid, Lisboa e Nova Iorque e já atingiu o recorde de um milhão de horas de armazenamento de bagagem.

Comentários