A firma alemã HV Holtzbrinck Ventures fechou ontem um fundo de 306 milhões de euros para investir em projetos europeus.

Este é o maior fundo que a organização de investimento de capital de risco conseguiu arrecadar desde que foi lançada em 2000. O último recorde tinha sido batido em 2015, altura em que a HV Holtzbrinck Ventures conseguiu fechar um fundo de 285 milhões de euros.

Com o fecho deste sétimo fundo, a empresa ultrapassou um total de mil milhões de euros em ativos geridos, tornando-se, assim, no líder no setor alemão de gestão de fundos de capital de risco.

Através do capital recente, a HV Holtzbrinck Ventures vai continuar a fazer investimentos em negócios que se encontram em fase embrionária e fase seed ou de séries A. No entanto, a grande fatia do fundo será utilizada para continuar a apostar em start-ups que já fazem parte do seu portfólio ou em projetos mais desenvolvidos que precisem de dinheiro para se alavancarem no mercado.

Os investimentos em start-ups que ainda se encontram numa fase inicial variam entre 500 mil e cinco milhões de euros. Por outro lado, para as empresas que já se encontram no portfólio da HV Holtzbrinck Ventures, ou que precisam de dinheiro para crescer, o fundo poderá fazer investimentos que podem ascender aos 40 milhões de euros, algo raro no ecossistema europeu de start-ups.

Rainer Maerkle, general partner da HV Holtzbrinck Ventures, explicou em comunicado que este capital vai permitir-lhes continuar a apoiar futuros ‘campeões’ da internet e do setor tecnológico. “O foco [deste fundo]é na internet, mobile, software, saúde, finanças e soluções digitais de média”, referiu. As soluções podem ser tanto B2B (business to business), como B2C (business to consumer).

O mais recente fundo da zona euro vai também abrir um programa para projetos muito recentes, que podem contar com investimentos inferiores aos 500 mil euros dedicados à fase de seed ou de séries A.

A HV Holtzbrinck Ventures é um dos fundos mais prestigiados no espaço europeu. Conta com investimentos em start-ups como a Delivery Hero, FlixBus e a Zalando.

Comentários