A Delivery Hero foi na última sexta-feira à bolsa de Frankfurt com o objetivo de arrecadar mil milhões de euros. Os números conseguidos superaram as expetativas.

Tendo começado por pedir 25,50 euros por ação, a Delivery Hero chegou a vender cada uma por 27,70, estando agora avaliada em 4,7 mil milhões de euros.

Apesar de ter consigo esta avaliação, a plataforma, que liga restaurantes e clientes através de uma aplicação, ainda não conseguiu atingir o ponto de equilíbrio financeiro. Em 2015 e 2016, a Delivery Hero perdeu 197 e 130 milhões de euros, respetivamente.

No entanto, o CEO da start-up alemã, Niklas Ostberg, disse à norte-americana CNBC que este é um grande sucesso para a Delivery Hero e o mais importante é o futuro a longo prazo. E embora a start-up ainda não tenha gerado lucro, Ostberg referiu que o que atrai os investidores é o facto de a taxa de fidelização dos clientes ser bastante alta.

A Delivery Hero tornou-se na quarta maior empresa online de entrega de comida ao domicílio. À frente da start-up alemã encontra-se a Just Eat, a Takeaway.com e a GrubHub. A plataforma conta atualmente com perto de 150 mil restaurantes de 40 países diferentes.

O dinheiro angariado na bolsa de Frankfurt vai servir para pagar dívidas e para financiar o crescimento e desenvolvimento do negócio. A aquisição de outras start-ups tem feito parte da estratégia de crescimento da Delivery Hero, que já adquiriu a Talabat.com do Kuwait, a Yemeksepeti da Turquia e a compatriota Foodora.

Atualmente, 37% da Delivery Hero pertencem à Rocket Internet que, apesar do sucesso da empresa de “takeaway”, acabou o dia com as suas ações em baixa. Para além da Rocket Internet, a Naspers, a Insight Venture Partners e a Luxor Capital Partners também detém parte da empresa, num total combinado superior a 25%.

Leia também: Start-up norte-americana cria carne de frango e de pato sem ferir qualquer animal

Comentários