Já imaginou um sistema de blocos de cortiça que permite construir qualquer tipo de estrutura, sem recurso a ferramentas? Essa é a proposta da Corkbrick Europe, uma start-up que no ano passado esteve na Seedrs, mas que continua interessada em investidores diretos.

A Corkbrick Europe desenvolveu um sistema de blocos de cortiça que, à semelhança das peças Lego, permite construir qualquer tipo de estrutura ou mobiliário sem recurso a ferramentas.Trata-se de um sistema modular inovador, feito da tradicional cortiça portuguesa, que permite a construção com base em blocos que se encaixam uns nos outros.
Partindo da máxima de que a “imaginação é o limite”, as soluções Corkbrick tem aplicações multifacetadas. Podem ser aplicadas em casa, no interior ou jardim, em escritórios ou espaços públicos e privados de lazer, como museus, exposições, eventos ou para crianças, por exemplo. A start-up conta com colaboração de arquitetos, engenheiros, designers e criativos internacionais de empresas como Lego, Cisco ou Google, entre outras.

Com a assinatura “Sustainable Dynmaic Structures and Furniture”, a Corkbrick assume como missão através da sua solução melhorar a vida das pessoas, ao simplificar a forma como criam e recriam os espaços em que vivem e trabalham, com soluções inteligentes, naturais e sustentáveis. Fabricados na Europa, os blocos de cortiça são ecológicos, reutilizáveis e sustentáveis. O potencial do produto pode inclusivamente levar à criação de novas oportunidades como acessórios Corkbrick.

“Acreditamos que a Corkbrick se enquadra na tendência de soluções naturais, flexíveis, dinâmicas e sustentáveis para os millennials. Oferece uma solução para um problema universal – configuração de casas, escritórios ou qualquer espaço sem comprometer outros usos futuros”, destaca a empresa.

Uma invenção de pai e filha
Poder construir uma estrutura, uma parede ou uma peça de mobiliário, sem necessidade de ferramentas, parafusos ou colas, como se fosse uma peça de “lego”, foi uma invenção da dupla Miguel Reynolds Brandão e Catarina Reynolds Brandão, respetivamente pai e filha.

Trata-se de uma solução, que deverá estar disponível no mercado a curto prazo, e que “capacita mentes criativas que não conseguem enfrentar soluções de BRII. Vai além do mercado de bricolage para chegar a todos aqueles com paixão e entusiasmo para criar soluções únicas e inovadoras na sua casa e escritório”, refere a empresa na sua apresentação. A Corkbrick Europe, afirma vender um produto único e sustentável estruturado num negócio simples e eficiente para o consumidor global. “Acreditamos que tem potencial de se tornar o novo Lego para adultos com a vantagem de ser divertido e útil (e natural)”, afirmam os responsáveis da empresa.

Recorde-se há cerca de um ano, a Corkbrick Europe realizou uma operação de venda de ações em equity crowdfunding na Seedrs, com o objetivo de angariar 250 mil euros junto de investidores internacionais, para aumentar a capacidade produtiva. Já em agosto de 2017, a start-up tinha conseguido um financiamento 150 mil euros numa ronda em que atraiu mais de 240 investidores, de 29 países.

Agora, e para continuar o seu processo de implementação no mercado, a Corkbrick Europe continua interessada em encontrar investidores particulares.

Resumo:
Responsável: Miguel Reynolds Brandão
Área:
 Construção de estruturas
Produto: Blocos de cortiça
Mercados: Nacional e internacional
Necessidade: Investidores
Site: https://corkbrick.com/

Comentários