O estudo da consultora Neves de Almeida avalia o clima organizacional e de desenvolvimento do capital humano em Portugal.

“Num mundo em crescendo digital e cada vez mais moldado pelas novas formas de trabalho, o Índice da Excelência disponibiliza uma avaliação da dimensão complexa do capital humano em contexto organizacional e compreensão da relevância das pessoas para uma estratégia global e futuro da organização”, explicou Gonçalo de Salis Amaral, Partner e responsável pela área de consultoria da Neves de Almeida HR Consulting, a propósito de mais uma edição do Índice de Excelência.

A 5.ª edição deste Índice, com coordenação científica do ISCTE Executive Education, já está em preparação. As inscrições estão abertas e a participação é gratuita.

O “Índice da Excelência” analisa inquéritos dirigidos aos profissionais de gestão e colaboradores para aferir a sua opinião sobre um conjunto de práticas na organização, as suas expetativas e a forma como estes percecionam o ambiente profissional. Analisa e destaca as boas práticas de gestão humana num panorama tecnológico ao mesmo tempo que funciona como base de alerta ao tecido empresarial sobre as tendências e a importância dos recursos humanos.

O Índice da Excelência premeia organizações em categorias globais de dimensão, definidas por número de colaboradores, entre grandes empresas, médias empresas e pequenas empresas. Vão igualmente ser premiadas organizações por setor macro de atividade, num total de nove áreas identificadas: banca, seguros e serviços financeiros; construção, infraestruturas, transportes e logística; consultoria e serviços profissionais; hotelaria, turismo, desporto e ensino; indústria; retalho e comércio; saúde e farmacêutica; setor público; tecnologia, media e telecomunicações.

Comentários