É uma start-up portuguesa de inteligência artificial focada em imobiliário com o objetivo de melhorar o tratamento e acesso à informação. Procura expandir para outros países e procura investimento.

Criada há pouco mais um ano e meio, a Alfredo Real Estate Analytics é o resultado da iniciativa empreendedora de quatro ex-alunos do Instituto Superior Técnico – Guilherme Farinha, Mário Gamas, João Januário e Gonçalo Abreu. O facto de sentirem que “havia algum desajustamento na oferta tecnológica para o imobiliário existente em Portugal” esteve na origem do desenvolvimento do projeto, explicou João Januário, um dos cofundadores.

Assim nasceu a Alfredo Real Estate Analytics, uma plataforma online que permite aos utilizadores fazerem estudos de mercado automáticos para qualquer imóvel residencial em Portugal. Adicionalmente, também tem um conjunto de ofertas tecnológicas para o setor financeiro que permitem um melhor acesso à informação e gestão de risco. Os estudos estão disponíveis em Portugal continental e ilhas e a proposta da start-up é “gerar estudos de mercado para qualquer imóvel residencial  através de inteligência artificial e de big data“.

Atualmente, a plataforma já tem mais de dois mil utilizadores no setor da mediação e várias parcerias neste domínio. “É muito provável que parte das casas vendidas atualmente em Lisboa já tenham um dos nossos estudos de mercado associados. Todo o software e modelação que oferecemos é desenvolvida internamente”, refere João Januário.

“O ano de 2020 será especialmente interessante para pois a empresa procura expandir para outros países e para tal está à procura de um seed round”, explicou. Até à data o desenvolvimento do projeto tem sido feito através de bootstrap, da receita gerada a partir das vendas.

Colaboração como o Novo Banco
Entretanto, e no seguimento da estratégia de parcerias, a start-up fechou recentemente uma parceria o Novo Banco. As equipas de Data Science instituição financeira e da start-up trabalharão em conjunto, utilizando fontes de dados internas e externas ao banco, para melhorar os modelos de previsão do valor de imóveis do banco.

Os modelos de machine learning permitem conhecer o valor dos imóveis transacionados pelo Novo Banco, processando todos os dados (estruturados e não estruturados) disponíveis acerca de um imóvel e do seu contexto, incluindo descrição e fotografias, dados geográficos, estabelecimentos na vizinhança, anúncios online, histórico de transações.

Desta forma, esclarece a Alfredo Real Estate Analytics, é possível atribuir a cada imóvel um valor de forma mais precisa do que usando o preço médio de venda por metro quadrado, quantificando o impacto de fatores muito específicos, tais como o certificado energético, a piscina, a garagem, bairros na vizinhança, entre outros.

Resumo:
Responsáveis: Guilherme Farinha, Mário Gamas, João Januário, Gonçalo Abreu.
Área: Imobiliário
Produto: Plataforma análise
Mercados: Nacional e internacional
Necessidade: Parcerias e investimento
Contacto:  www.alfredo.pt 

Comentários