A ideia para a criação da start-up tem como foco a gestão do stock de garrafas na área da hotelaria e da restauração. Os mentores precisam de um investidor para avançarem com a execução do projeto.

A iniciativa é da responsabilidade de dois empreendedores, um deles com experiência de trabalho na área da restauração e bebidas e outro com conhecimentos na área de informática.

E é exatamente o setor da hotelaria, restauração e bebidas o target da ideia que querem desenvolver. Perceberam que a falta de controlo e monitorização eficaz dos consumos de bebidas era uma realidade, uma vez que não era possível aferir, com exatidão, no tempo e no espaço quando é que o seu consumo ocorreria, levando a perdas e oscilações de stock, por vezes injustificáveis, por parte da unidade hoteleira.

Por outro lado, como explicou Rui Ferreira, um dos mentores deste projeto, a inexistência de um sistema eficaz de requisições internas e de localização acarretava custos consideráveis para a unidade hoteleira no longo prazo, pois muitas eram as bebidas que se extraviavam por incorreta localização, desvio, ausência de faturação, etc.

Foi perante este cenário, ou necessidade, que a dupla procurou criar – através da parceria com uma empresa na área tecnológica, que idealizou essa vertente – um mecanismo suportado por dispositivos tecnológicos de geolocalização que auxiliasse o processo de controlo e de aprovisionamento com níveis superiores de exatidão sem, contudo, condicionar a qualidade do produto.

Assim, algumas das suas propostas de valor para os clientes passam, por exemplo por traçar, o perfil de consumo de cada garrafa, identificando situações como pedido de reposição de garrafa não consumida (furto); garrafa com conteúdo aumentado (adulteração); garrafa prematuramente consumida (sobredosagem); garrafa  consumida no ponto de venda errado; ou débito de produto inconsistente.

Apesar de localizados na região do Douro, mais exatamente em Vila Real, estes empreendedores pretendem abranger o mercado nacional e internacional e esperam atuar no mercado global das cadeias hoteleiras e de restauração e bebidas.

Com a ideia e objetivos bem delineados, agora entraram na fase de apresentação do projeto e procuram investimento para o viabilizar e “passar do papel para a prática”.

Resumo
Responsável: Rui Ferreira
Área: Hotelaria e restauração
Mercado: Nacional
Necessidade: Investidor
Contactos: ruimarantes@gmail.com

Comentários