O projeto criado por Gonçalo Martins Ribeiro e Fabiana Clemente há pouco mais de seis meses acaba de ser distinguido pela Agência Nacional de Inovação (ANI) como Born from Knowledge.

A jovem start-up portuguesa foi a vencedora da distinção Born from Knowledge (BfK) atribuída pela Agência Nacional de Inovação (ANI), no âmbito do Prémio Jovem Empreendedor, promovido pela Associação Nacional de Jovens (ANJE).

“Este prémio não é um reconhecimento apenas para a YData, mas sim para todos nós! É o reconhecimento de que estamos cada vez mais atentos a questões como a privacidade dos nossos dados, sendo a YData um veículo para resolver esse problema”, afirmou Gonçalo Martins Ribeiro, CEO da YData ao Link To Leaders.

O Prémio Jovem Empreendedor é a mais recente distinção nacional a que a ANI, através do BfK, se associa. Distingue promotores de ideias de negócio e fundadores de empresas em fases iniciais de desenvolvimento, com um prémio de 10 mil euros para aplicar no capital social da empresa e também serviços de formação, coaching, incubação, aceleração, mentoria e networking no valor de 15 mil euros.

Criada em meados deste ano pela dupla Gonçalo Martins Ribeiro e Fabiana Clemente, e incubada na Startup Lisboa, a YData desenvolveu uma solução que assegura privacidade de utilizadores da internet, ou seja, permite a democratização do acesso aos dados sem revelar as verdadeiras entidades dos utilizadores.  A solução é utilizada em setores de atividade como a banca, saúde, retalho, smart cities, energia, turismo, mobilidade, seguros e portos e transporte marítimo.

A ANI considerou a YData como a melhor candidata de base científica e tecnológica a concurso. A distinção valeu-lhe o troféu “Árvore do Conhecimento” e um prémio monetário de 5 mil euros.

A propósito da distinção Born from Knowledge (promovido pela ANI no âmbito do SIAC – Iniciativa de Transferência de Conhecimento, cofinanciada pelo COMPETE 2020, através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional), António Bob Santos, administrador da Agência Nacional de Inovação, explicou que “ distingue projetos inovadores de base científica e tecnológica que respondam a desafios da sociedade e o YData não podia estar mais enquadrado neste propósito. Isto porque responde a duas necessidades muito prementes no mundo atual: a privacidade dos nossos dados em ambiente digital e a disponibilização dos mesmos às organizações. Democratiza os dados, ao mesmo tempo que nos protege, permitindo o progresso, mas sem nos expor. Para isso, usa ferramentas de Inteligência Artificial, apresentando por isso uma solução original, que responde a problemas concretos e tecnologicamente avançada”.

Comentários