ubbu lança cursos de verão para ensinar crianças a programar e diminuir dependência dos ecrãs

A ubbu lança cursos de verão para ensinar as crianças dos 7 aos 13 anos a programar. Os pais podem escolher entre duas modalidades: aulas online com acompanhamento de um professor ou totalmente flexível, em que o aluno pode aprender durante três meses e ao seu ritmo.

A ubbu, empresa portuguesa que ensina programação a alunos dos 7 aos 13 anos, criou uma solução para as férias de verão que vai ocupar os tempos livres, tipicamente mais propensos a serem passados em frente a um ecrã. Os cursos de verão que ensinam a programar são uma forma de fazer um bom uso da tecnologia e preparar as crianças para o novo ano escolar, garante a plataforma da Academia de Código em comunicado.

“Neste verão, o tempo de ecrã não tem de ser a fazer scroll. Com este curso, vão ser trabalhados conceitos matemáticos e diversas áreas curriculares de forma divertida e os alunos vão desenvolver competências de raciocínio lógico, resolução de problemas e criatividade de forma a melhorar as suas aprendizagens escolares.”, explica João Magalhães, CEO da ubbu.

“Através de temas de problemáticas da vida real, os alunos são desafiados a utilizar as mais diversas ferramentas de conhecimento e aliá-las à tecnologia, para a sua resolução. Estamos a falar do STEAM, uma abordagem educacional que explora disciplinas como Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática e aplica-as para a solução das questões expostas”, acrescenta o responsável.

Os cursos estão disponíveis em modalidades: aulas online com acompanhamento de um professor, de 1h30 por dia durante uma semana (com um custo de 60 euros/semana); ou totalmente flexível, em que o aluno pode aprender durante três meses ao seu ritmo, seguindo um currículo estipulado para a sua idade (15 euros para três meses de acesso ilimitado).

Na versão das aulas online com um professor, o tempo diário é de uma hora e meia, sendo que existem sugestões alternativas para atividades individuais. Já na modalidade flexível, em que cada criança tem acesso m plataforma durante o período de três meses do verão, a recomendação é de 30 minutos diários.

As atividades desenvolvidas podem ser realizadas individualmente, uma vez que os conteúdos foram adaptados para todas as idades, permitindo aos pais controlar o tempo que as crianças passam à frente aos ecrãs e não ultrapassando as horas diárias máximas recomendadas.

“A ubbu vem introduzir o pensamento lógico e algorítmico, bem como consolidar conceitos base de Ciências da Computação ao ensinar programação através de vídeos animados, jogos interativos, quizzes e exercícios, além de uma ferramenta própria de programação por blocos, chamada ubbox, que simula as mais populares linguagens de programação”, reforça a empresa.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados