Turismo no Interior já tem disponível fundo de 15 milhões de euros

Os 15 milhões de euros já se encontram disponíveis para empresas que sejam proprietárias de imóveis afetos à atividade turística ou de imóveis a reconverter para turismo.

O Fundo de Investimento para o Turismo no Interior, que conta com 15 milhões de euros para investimentos em territórios de baixa densidade, já se encontra disponível, anunciou o secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda.

Nuno Fazenda anunciou que os 15 milhões de euros já se encontram disponíveis para “empresas que sejam proprietárias de imóveis afetos à atividade turística ou de imóveis a reconverter para turismo”.

“O objetivo passa por estimular o efeito catalisador do turismo e o desenvolvimento económico destes territórios, no âmbito das medidas previstas na Agenda do Turismo para o Interior”, explica o Ministério da Economia e Mar em comunicado.

A informação divulgada explica que o Fundo de Investimento para o Turismo no Interior é um mecanismo de apoio ao turismo no interior, ao qual podem “operações que, para além da venda e arrendamento, proponham investimento na requalificação ou modernização dos imóveis”.

“Criado pela TF Turismo Fundos – SGOIC, S.A., este instrumento financeiro salvaguarda o direito de recompra dos mesmos”, acrescenta o comunicado, explicando que o investimento deve contribuir para “a redução das assimetrias regionais” e da sazonalidade, assim como para a “valorização do património cultural e natural” e desenvolvimento sustentável das comunidades locais.

O investimento deve ainda “apresentar um grau de inovação face à oferta já existente na região”, sendo que cada operação tem como limite máximo dois milhões de euros.

Segundo Nuno Fazenda, este fundo é a sétima medida concretizada pelo Governo no âmbito da na Agenda do Turismo para o Interior, que se traduz num “esforço contínuo de operacionalização no terreno de medidas e de apoios concretos em prol do interior”.

“Este instrumento reflete novamente uma diferenciação positiva, criando uma oportunidade para a requalificação de imóveis e para a atração de novos investidores para o turismo no interior”, considera o governante.

As condições de acesso ao Fundo de Investimento para o Turismo no Interior, assim como informação mais detalhada, podem ser consultadas no site.

Comentários

Artigos Relacionados