Concluída a fase de seleção dos melhores projetos de legaltech, fintech, insuretech, regtech, a 1.ª edição do Startup Lab by SRS entrou agora na fase de formação e mentoria. Demos voz aos vencedores da edição que revelaram as suas expetativas face ao programa.

“Estamos muito empenhados em que o projeto tenha o maior dos sucessos, que tenha continuação no próximo ano, que seja repetido com outras empresas, e possivelmente até, se de facto correr como todos nós esperamos, que possamos vir a exportar este projeto para outras incubadoras, outras aceleradoras ou até mesmo para incubadoras e aceleradoras no estrangeiro”.

A afirmação é de Paulo Bandeira, sócio da SRS Advogados, e responsável pelo Startup Lab, uma aceleradora para as áreas de legaltech, fintech, insuretech, regtech e consultech, que realizou recentemente a sua primeira edição, com a escolha, entre as 30 candidaturas a concurso (inclusive internacionais), dos projetos vencedores.

Desde um projeto brasileiro, a TaxUpdate na área de legaltech, até à pOw/ZerO (fintech), à Drivit (insuretech), à Clearis (fintech), à GoParity (fintech) e à Lawra (legaltech), encontramos as seis vencedoras desta edição, que entram agora na fase de formação, que se prolonga até novembro, culminando com o pitch no final do mês.

Ouvimos os responsáveis dos projetos vencedores sobre o que os motivou a participar na iniciativa e o que esperam alcançar com este programa.

Comentários