Start-ups portuguesas premiadas no concurso internacional Jumpstarter

A grande final do Jumpstarter, concurso promovido pelo Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT), premiou duas start-ups portuguesas na categoria de saúde.

A Thertact e a Orgavalue foram as start-ups portuguesas distinguidas, com primeiro e segundo lugares na categoria saúde, na sexta edição do EIT Jumpstarter, concurso de pré-aceleração de start-ups dirigida por seis comunidades do Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT), realizado na semana passada em Cracóvia, Polónia.

Na final da competição foram apresentados os pitchs dos 42 finalistas em sete categorias – saúde, alimentação, matérias-primas, energia, mobilidade urbana, fabrico e Novo Bauhaus Europeu (focado em espaços de vida sustentáveis e inclusivos).

Destas foram premiadas 24, duas das quais portuguesas. O primeiro lugar da categoria saúde foi atribuído à Thertact, start-up que tem uma tecnologia destinada a pacientes que sofrem de perturbações de locomoção utilizando um sistema de neuroreabilitação móvel através da fusão da interface cérebro-máquina, VR e feedback tátil e térmico.

Reconhecida com o segundo lugar na mesma categoria, a Orgavalue tem a missão de eliminar a lista de espera para transplante de órgãos, desenvolvendo uma biotecnologia pioneira para a bioengenharia de órgãos humanos totalmente transplantáveis.

A grande final da competição teve a participação de mais de 100 empreendedores, de vários países europeus. No total, o EIT distribuiu pelos premiados quase 200 mil euros.

Recorde-se que o objetivo do programa Jumpstarter é ajudar a chegar ao mercado as start-ups em fase inicial das regiões europeias emergentes e fazer com que as suas ideias e inovações científicas se transformem em empreendimentos de sucesso.

O programa tem a duração de sete meses, durante os quais as start-ups selecionadas trabalham com mentores em formações locais que mergulham profundamente na modelação e planeamento empresarial. Com base no plano de negócios desenvolvido, as start-ups são avaliadas e as seis melhores são qualificadas para a Grande Final, onde competem pelo prémio de 10 mil euros em cada categoria.

Dóra Marosvölgyi, directora dos Projetos Estratégicos Regionais de Inovação da Comunidade do IET, salientou que “mais de 750 start-ups aderiram ao programa durante os últimos seis anos e há uma série de histórias de sucesso, incluindo financiamento adicional que receberam. Enquanto alguns dos ex-alunos continuam a aperfeiçoar a sua ideia de negócio, mais de 45 deles já formalizaram empresas e continuam a expandir-se”.

Lista dos vencedores do concurso EIT Jumpstarter 2022, por categoria:

EIT Saúde
1.º prémio – Thertact (Portugal)
2.º prémio  – Orgavalue (Portugal)
3.º prémio  – Play.air (Polónia)
 
EIT Alimentação
1.º prémio  – LiFi4Food (Espanha)
2.º prémio  – Ribes Technologies (Polónia)
3.º prémio  – Digital Bites (Grécia)

EIT Matérias-Primas
1.º prémio  – FarMine (Turquia)
2.º prémio  – EpoxCE (Espanha)
3.º prémio  – Kodatek (Estónia)

EIT Energia
1.º prémio  – Solar Container Marine (Green Marine) (Espanha)
2.º prémio  – EFC Mag (Eslovénia)
3.º prémio  – EV to go (República da Macedónia do Norte)

EIT Fabrico
1.º prémio  – Quimsil (Espanha)
2.º prémio  – Lume Label (Polónia)
3.º prémio  – Fprint (Espanha)

EIT Mobilidade Urbana
1.º prémio  – Bruntor (Letónia)
2.º prémio  – BeBeep (Montenegro)
3.º prémio  – Esguil (Espanha)

Novo Bauhaus Europeu
1.º prémio – Spektral Seismic Solutions (Eslovénia)
2.º prémio – KEEEN (Itália)
3.º prémio – Hiriki (Espanha)

Prémios especiais 
Best cross-thematic business idea – Green Kilometers, Bulgária
Audience Award – MaskOFF, Polónia
Best business idea from Western Balkan – FCL, Sérvia
Best RIS Hub – Universidade de Varsóvia, Polónia

Comentários

Artigos Relacionados