Start-up do mês: Nitrogen Sensing Solutions quer melhorar qualidade da água na aquacultura

Este mês lançámos o desafio à Startup de Leira de eleger a start-up do mês. A escolhida foi a Nitrogen Sensing Solutions, uma deep tech focada no desenvolvimento de sensores inteligentes para monitorização de água na aquacultura.

O conhecimento dos parâmetros de qualidade da água é crucial para o controlo ambiental e para uma aquicultura sustentável e rentável. Neste sentido, o objetivo da Nitrogen Sensing Solutions, incubada na Startup Leira, é revolucionar a forma como a indústria e as agências ambientais controlam os níveis de compostos tóxicos à base de nitrogénio nos corpos de água.

A ideia de negócio da start-up tem por base um sensor multiparamétrico para unidades de aquacultura. Além de medir níveis de amónia, nitrito e nitrato, o novo sensor permite dispensar o recurso a laboratórios, para passar a disponibilizar análises rápidas e baratas em cada tanque monitorizado.

O projeto foi desenvolvido por investigadores da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e do Instituto Universitário Egas Moniz.

Nome da Start-up: Nitrogen Sensing Solutions

Fundadoras: Gabriela Almeida e Marise Almeida

Atividade: A Nitrogen Sensing Solutions é uma start-up das Caldas da Rainha que propõe uma solução inovadora para melhorar a monitorização da água em sistemas de aquacultura recirculantes, usando tecnologia de biossensores.

Volume de negócios: 5 mil euros.

Plano de negócios: Mercado B2B – tecnologia de monitorização de água com foco inicial para os produtores de peixe em aquacultura.

Porque merece destaque: Trata-se de “uma solução diferenciada das existentes, mais exata e portátil, permitindo redução de custos e aumento da eficiência na leitura dos dados da análise da água. Direcionada numa primeira fase para a área da Aquacultura, que é um setor em rápido crescimento e que tem uma pegada ambiental 10x inferior à produção de bovinos”, explica a Startup de Leiria ao Link to Leaders.

Outra informação relevante: Foi uma das sete empresas portuguesas de base tecnológica lideradas por mulheres selecionadas para o programa Women TechEU, uma iniciativa da Comissão Europeia que visa promover o empreendedorismo feminino na área da tecnologia. No total, foram contempladas 134 empresas deep tech lideradas por mulheres.

Comentários

Artigos Relacionados