Start-up do mês: KIT-AR voa para programa de aceleração da Boeing

Este mês lançámos o desafio à Startup Lisboa de eleger a start-up do mês. A escolhida foi a KIT-AR que foi recentemente selecionada para participar no Aerospace Xelerated, um programa de aceleração liderado pela Boeing, e que tem a sua solução de realidade aumentada a ser implementada na Autoeuropa através do projeto DEO.

KIT-AR, start-up que desenvolve soluções de realidade aumentada destinadas a melhorar a qualidade e eficiência dos trabalhadores nas linhas de produção e que entre os seus projetos em desenvolvimento está um com a Autoeuropa, foi selecionada para a quarta edição do Aerospace Xelerated.

Trata-se de um programa de aceleração com duração de três meses, que integra start-ups focadas em resolver os principais desafios da indústria aeroespacial e para o qual foram escolhidas 11 start-ups de vários pontos do globo. Este programa é liderado pela Boeing, em parceria com o Tawazun Council, autoridade de Defesa e Segurança dos Emirados Árabes Unidos, e os parceiros do programa incluem ainda a GKN Aerospace, o Acelerador da Defesa e Segurança (DASA) do Reino Unido e a Etihad Airways.

A start-up portuguesa já tem atividade além-fronteiras, nomeadamente no Reino Unido. Trabalha para a indústria automóvel, aeronáutica e eletrónica, auxiliando na montagem e controlo de qualidade, permitindo melhorias na execução de processos complexos e reduzindo erros de produção.

Angariou no ano passado dois milhões de euros numa ronda investimento coliderada pelo Fundo NOS 5G, pelo Fundo TechTransfer da Armilar e pela Caixa Capital Risco.

Nome da startup: KIT-AR

Fundadores: Manuel Oliveira (CEO), João Costa (CTO), Felix Mannhardt, Simon Julier, Youngjun Cho

Atividade: A KIT-AR comercializa uma plataforma SaaS (Software-as-a-Service) que virtualmente elimina erros e custos de má qualidade nas linhas de produção industrial. Através de realidade aumentada, inteligência artificial e outras tecnologias emergentes, a plataforma tem como fim valorizar o trabalho humano no chão de fábrica.

Plano de negócios: Além da promoção comercial da plataforma a nível global, a prioridade da KIT-AR passa pela promoção dos seus produtos verticais. O primeiro destes produtos é o “Kitting & Packing” que permite a digitalização destes processos tanto na área da produção automóvel, como no setor aeroespacial. “Em breve surgirão mais”, adianta a Startup Lisboa ao Link To Leaders.

Porque merece destaque: Foi selecionada este ano para a Aerospace Xelerated, a aceleradora da Boeing. Trata-se de um programa de aceleração com duração de três meses, que integra start-ups focadas resolver os principais desafios da indústria aeroespacial e foram escolhidas 11 start-ups de vários pontos do globo.

O programa de aceleração conta com a parceria com o Tawazun Council, autoridade de Defesa e Segurança dos Emirados Árabes Unidos, e os parceiros do programa incluem ainda a GKN Aerospace, o Acelerador da Defesa e Segurança (DASA) do Reino Unido, e a Etihad Airways.

As start-ups escolhidas irão receber 100 mil libras de investimento da Boeing, mais de 100 mil libras para em perks e ofertas, mentoria e acesso em primeira mão a especialistas da Boeing, Tawazun Council e aos outros parceiros do programa, e ainda apresentações a investigadores, empresas e capitais de risco.

Outra informação relevante: A KIT-AR foi a start-up vencedora do Programa Acelarador 5G, dinamizado pela NOS e Amazon Web Services (AWS), em parceria com a Startup Lisboa, em 2021.

Enquanto vencedora do Acelerador 5G, a KIT-AR recebeu um prémio monetário no valor de 7.500 euros,  acesso direto a incubação na Startup Lisboa, 100 mil euros em créditos AWS e 10 mil euros em suporte técnico. O programa permitiu ainda identificar potenciais oportunidades de investimento para o Fundo NOS 5G, gerido pela Armilar Venture Partners.

Comentários

Artigos Relacionados