As 120 start-ups vão participar num bootcamp pré-evento que começa hoje e terão acesso gratuito ao WebSummit que decorre em formato digital entre os dias 2 e 4 de dezembro.

O programa de bootcamps do Road 2 Web Summit, uma iniciativa da Startup Portugal e do WebSummit, já escolheu as 120 start-ups para representarem Portugal no WebSummit, que se realiza digitalmente entre 2 e 4 de novembro.

Os bootcamps decorrem de forma totalmente digital durante o dia de hoje e de amanhã, e contam com sessões de treino ministradas por entidades como a Amazon Web Services, Semapa Next, The Next Big Idea, Dreamshaper, CMX e Best3Minutes.

Além das sessões de formação, o programa inclui ainda com um treino intensivo para os participantes que, nesta edição, conta com membros da equipa do WebSummit, “que levantarão o véu sobre as novidades da conferência e como tirar partido do seu novo formato”, explica a Startup Portugal.

“Nunca um dos nossos bootcamps teve a importância deste, que acontece no culminar de um ano excecional e desafiante. Isso reflete-se no programa proposto, também ele excecional e, esperemos, com grande impacto no percurso destas empresas,” aponta João Mendes Borga, diretor executivo da Startup Portugal sobre as start-ups escolhidas.

Para Ricardo Lima, head of start-ups do WebSummit, o programa tem sido uma ajuda ao desenvolvimento das start-ups e dos empreendedores portugueses, “dando-lhes acesso às oportunidades únicas geradas pela Web Summit. Estamos muito orgulhosos de termos conseguido fazê-lo crescer este ano”.

As empresas que participam no programa deste ano podem ser conhecidas no site da Startup Portugal. O programa, que já vai na quinta edição, dedica-se a apoiar e preparar empresas a operar a partir de Portugal e visa ajudá-las a ter uma melhor performance durante o WebSummit. Em 2019, foram apoiadas 75 start-ups.

Comentários