Como recolher 1.8 mil milhões em investimento sem lançar um produto

A Magic Leap acabou de receber mais 370 milhões de euros em investimento. Um feito para uma start-up que ainda não lançou um único produto no mercado.

A Magic Leap ainda não desenvolveu um único produto. A start-up norte-americana está a prometer inovar a indústria da realidade aumentada/virtual desde 2014. No final desse ano, a Magic Leap já tinha recebido 485 milhões de euros.

Todo este investimento vai culminar no lançamento do Magic Leap One, um set composto por uns óculos, uma bateria e um comando que o projeto diz vir a lançar ainda este ano. Este dispositivo, envolto em grande expetativa, poderá finalmente ser o veículo de inovação deste setor, que, por agora, ainda não viu grandes avanços tecnológicos.

A start-up acabou de receber um investimento de série D de 370 milhões de euros, de um fundo de investimento da Arábia Saudita. Este montante vem no seguimento de uma ronda conseguida em outubro do ano passado, onde a Magic Leap obteve mais 405 milhões de euros do fundo singapuriano Temasek.

A razão para ainda não terem desenvolvido um único produto até agora prende-se com o facto de o hardware pretendido nunca ter sido desenvolvido. Isto faz com que a start-up tenha de despender bastantes recursos para desenvolver o novo dispositivo. Para além disto, a Magic Leap está a implementar o próprio sistema operativo e a tentar atrair developers para criarem conteúdo exclusivo para a plataforma.

Esta abordagem da Magic Leap, ou seja, ter de desenvolver tudo de raiz, pode ser o motivo do atraso na apresentação do produto. Contando com fortes investidores como a Google, a Alibaba e a Axel Springer, a start-up conta com acesso fácil a capital.

Comentários

Artigos Relacionados

Eugénio Viassa Monteiro, professor da AESE-Business School