Conheça as quatro melhores soluções apresentadas pelo fundador de uma start-up norte-americana para impulsionar a inovação na sua empresa.

Murray Newlands, fundador da ChattyPeople, uma start-up norte-americana que disponibiliza um “chatbot” que serve de apoio ao cliente, explicou num artigo da Entrepreneur quais as quatro melhores maneiras de promover a inovação numa start-up.

Segundo o fundador da empresa que tem escritórios em três países diferentes, a base da inovação está no espaço. Esse espaço foi crucial nos primeiros meses da start-up, enquanto a equipa criava o produto e as soluções. Newlands refere que ele e a sua equipa foram capazes de criar a ChattyPeople do nada por se conseguirem encontrar regularmente de maneira a melhorar as suas relações e dar ímpeto ao desenvolvimento através das especialidades de cada um.

Eis as quatro maneiras de melhorar este procedimento, de acordo com o fundador da ChattyPeople.

Comunicação diária

A comunicação da ChattyPeople seria, em principio, um problema visto que a equipa está distribuída por três países diferentes. No entanto,  Newlands arranjou uma solução eficaz para este problema. A solução passou por dar espaço, todos os dias, para haver videochamadas entre a equipa, com o objetivo de solucionar problemas de maior importância que possam aparecer num dos departamentos. Segundo o fundador, se não houver comunicação cara-a-cara, o elemento humano é perdido, o que pode ser penoso tanto para a comunicação como para a ligação afetiva entre as pessoas e com isto a produtividade pode ser afetada.

E mesmo para as empresas que têm a sua equipa toda sediada no mesmo local, Newlands aconselha reuniões diárias para que os problemas que possam aparecer sejam mais facilmente solucionados e, desta maneira, aumentar a produtividade. Este método cria laços entre as pessoas. A confiança entre os membros da sua equipa e a inovação são consequência destes laços.

“Feedback” diário

Se algum membro da equipa receber um “feedback” bastante coerente de algum problema do produto. é importante dar a conhecer esse contratempo a toda a equipa para que esta se mantenha focada em vender o melhor produto possível ao cliente. Na ChattyPeople, Newlands encoraja a sua equipa de desenvolvimento a dar a conhecer aos restantes departamentos quais são os aspetos que estão a ser melhorados. Isto não só ajuda as outras equipas a serem mais compreensivas com uma possível demora do produto, como também as põe a par do estado de desenvolvimento do mesmo.

Ajudar a equipa toda a perceber os planos de desenvolvimento e dar espaço a opiniões para resolver possíveis problemas vai dar aso à inovação de todos os membros que compõem a sua empresa, mesmo que o problema não faça parte das suas especialidades individuais.

Diversificar o ambiente

Ter uma equipa composta por pessoas diferentes que consigam pensar de maneiras diferentes é um dos truques da ChattyPeople. O fundador refere que é importante para qualquer chefe de equipa perceber que as pessoas trabalham melhor em ambientes diferentes. Obrigar as pessoas a irem ao escritório todos os dias pode não ser o melhor método para manter a equipa no seu estado mais feliz. Uma equipa é, indiscutivelmente, mais produtiva quando está feliz com o seu trabalho e com a tecnologia que nos é disponibilizada, que encurta as distâncias, não há razão nenhuma para não permitir ou mesmo encorajar o trabalho à distância.

Quebrar com a estrutura formal de uma empresa

Trabalhar oito horas por dia com um horário fixo pode ser bom para as grandes empresas que precisam dos seus funcionários disponíveis naquele intervalo de tempo. No caso das start-ups, o conselho de Newlands é não colocar barreiras em relação ao tempo de trabalho. Em vez disso, crie objetivos para os membros da sua pequena empresa. O fundador refere ainda que na ChattyPeople, antes da start-up ser lançada ao mercado, havia dias de 18 ou 20 horas de trabalho. Não havia horas de trabalho visto que os objetivos tinham de ser cumpridos.

Refere ainda, que ao criar uma start-up, não devem ser automaticamente implementadas horas fixas visto que ao limitar as horas de trabalho diário o desenvolvimento e inovação também são limitados.

 

Leia também: “O novo método para encontrar soluções criativas os seus problemas, segundo Harvard

Comentários