Plataforma de viagens luso-dinamarquesa chega ao mercado português

A Tryp.com nasceu na Dinamarca, mas foi criada por quatro jovens portugueses. Recorre a IA para agrupar voos, comboios, autocarros e hotéis de maneira inteligente.

Tryp.com é uma start-up que está a desenvolver uma plataforma que possibilita a criação de viagens multidestino e que permite ao utilizador uma experiência personalizada consoante as suas preferências. Usa inteligência artificial (IA) para agrupar voos, comboios, autocarros e hotéis de maneira inteligente.

O projeto que, nasceu em Odense, na Dinamarca, está agora a expandir a sua oferta para o mercado português. Permitir que os utilizadores possam viajar mais e com menos custos é a missão desta start-up que tem a particularidade de ser criada por quatro jovens portugueses, entre eles André Rangel Sousa e Hélio Domingos, e que neste momento conta com uma equipa de 12 pessoas, composta por engenheiros de produto, informáticos e eletrotécnicos, profissionais de marketing, design e finanças.

A Tryp.com procura facilitar o processo de escolha do utilizador na hora de decidir para onde viajar, com o menor número de cliques possível. Assim, quando o utilizador pesquisa pela data em que pretende viajar, são avaliadas milhares de opções e o algoritmo da plataforma constrói as melhores combinações de voos, viagens de comboio ou autocarro e hotéis, tendo em consideração o perfil do utilizador. Os pacotes com a melhor relação entre destino e custo durante a estadia são selecionados e apresentados ao cliente.

A nova geração de viajantes, com idades entre os 20 aos 35 anos, são o target privilegiado da Tryp.com. Neste momento, a plataforma já tem mais de 300 mil pacotes criados, mais de 6000 localizações e milhares de visitantes diários, em mais de 100 países.

O objetivo é “revolucionar o mercado das viagens e possibilitar a toda a gente que viajem mais por menos em segundos (ou à distância de um clique). Pessoalmente foi sempre um sonho ter um planeador que automaticamente dissesse o que fazer”, afirmou o cofundador Hélio Domingos.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados