O Turismo de Portugal e a Fábrica de Startups juntaram-se para criar o programa Tourism Explorers, uma iniciativa nacional de criação e aceleração de start-ups ligadas ao turismo que teve inicio dia 10 de julho e terminará dia 14.

Na última década, as receitas vindas do turismo quase duplicaram. Em 2016, Portugal arrecadou 12,6 mil milhões de euros através do turismo. Quando comparado com 2006, o valor aumentou mais de seis mil milhões. Atualmente, este setor representa 6,9% do produto interno bruto (PIB). Este ano é esperado um aumento considerável de turistas em território nacional.

Anexado a este aumento vem a necessidade de criar novas iniciativas que potenciem e melhorem a experiência dos turistas em Portugal. Numa semana, as equipas inseridas neste novo programa vão trabalhar desafios estratégicos do turismo, identificando e desenvolvendo soluções inovadoras para o setor.

Realizando-se simultaneamente em 12 cidades, o Tourism Explorers é dividido em duas fases:

Ideação: nesta primeira fase, as start-ups têm como objetivo criar novas soluções com base nos desafios estratégicos do setor. Dia 14, no final da semana, são escolhidos os melhores projetos de cada uma das 12 cidades. No dia 20 de julho será selecionado o vencedor na Final Nacional de Ideação, que acontecerá na Porto Business School.

Aceleração: nesta fase, a decorrer entre os dias 6 de setembro e 18 de outubro, as start-ups vão testar e validar os seus modelos de negócio. A final nacional desta parte do programa decorrerá no dia 23 de outubro, na sede da Startup Braga.

As 12 cidades onde o programa vai decorrer:

Braga, Viana do Castelo, Porto, Coimbra, Abrantes, Castelo Branco, Caldas da Rainha, Lisboa, Setúbal, Évora, Faro e Angra do Heroísmo.

Para António Lucena de Faria, CEO da Fábrica de Startups, “este programa cumpre a nossa grande missão de ajudar as pessoas a serem empreendedoras. Mas não só. Estamos aqui para facilitar a vida dessas pessoas, porque também queremos que tenham boas hipóteses de sucesso. Temos ainda como objetivo levar os nossos programas de aceleração para o interior do nosso país, onde existem muitas oportunidades para serem criados bons negócios. Estamos em 12 cidades de Portugal Continental e Regiões Autónomas, trabalhando com todas as cidades em simultâneo na criação de novas oportunidades”.

“O Tourism Explorers é uma oportunidade para levarmos a todo o território nacional, conforme temos definido na nossa estratégia, a dinâmica do empreendedorismo e para afirmar o turismo como motor de desenvolvimento de novos projetos e de novas ideias, e gerador de novas oportunidades de emprego”, referiu o Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, em comunicado.

 

Leia também: “Top 8 das start-ups portuguesas ligadas ao setor do turismo”.

Comentários