O novo carro da fabricante de automóveis elétricos está a ser um sucesso nas pré-vendas. As encomendas portuguesas do Model 3 vão ser entregues no final de 2018.

O Model 3, o novo carro da Tesla, está a ser um sucesso nas pré-vendas. Desde a cerimónia de lançamento, que decorreu há uma semana, foram efetuadas, em média, 1800 reservas por dia. O volume de encomendas é impressionante e a empresa de Elon Musk ainda não conseguiu equilibrar o mercado de procura e oferta com os restantes modelos.

Construído para proporcionar margens brutas à Tesla, assim que a produção escalar na entrada para 2018, o carro foi concebido para custar 35 mil dólares (≈29,4 mil euros). No entanto, a versão com este custo tem uma bateria com uma autonomia de apenas 354 quilómetros e não tem o conceituado piloto automático. Para aumentar a autonomia da bateria para os 484 quilómetros e ter acesso ao piloto automático são pedidos mais 11,8 mil euros (7560€ pela bateria / 4200€ pelo piloto automático).

A entrada dos carros em Portugal é esperada para o final de 2018 e os clientes de países com o volante à direita, como Inglaterra, Índia e Austrália, vão ter de esperar até 2019. As entregas nos Estados Unidos vão começar em novembro deste ano. Apesar destas datas, os clientes que já tiverem um Tesla na garagem vão receber as encomendas mais cedo.

Até ao final do ano a Tesla espera conseguir atingir uma produção de cinco mil carros por semana e, algures no próximo ano, espera chegar aos dez mil.

Alguns analistas previram uma diminuição das encomendas no Model S quando o novo modelo fosse introduzido ao mercado. Mas, pelo contrário, as encomendas do carro que custa quase o dobro do Model 3 aumentaram.

Leia também: “Tesla: Elon Musk perde 1,5 mil milhões de euros de património líquido”.

Comentários