As candidaturas à chamada do Gabinete de Estratégia e Estudos do Ministério da Economia estão abertas até ao dia 31 de julho. Há 15 mil euros para atribuir, sendo que o valor será repartido por três artigos científicos.

O Gabinete de Estratégia e Estudos (GEE) do Ministério da Economia lançou uma call for papers, cujas candidaturas estão abertas até 31 de julho, para “estimular a elaboração de artigos científicos originais” sobre o impacto que a digitalização teve na economia portuguesa. A chamada é promovida pelo GEE, mas conta com a colaboração da Google e da Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade da Informação (APDSI).

O programa tem uma dotação total de 15 mil euros, que serão repartidos por entre três a cinco artigos científicos, dependendo da “qualidade dos trabalhos submetidos a concurso”. Cada um dos vencedores receberá um prémio que variará entre os 3000 e os 5000 euros. De acordo com o regulamento, todos os textos devem ser enviados “preferencialmente” em formato Word “e não podem ter mais de 40 páginas no total”. O mesmo documento indica outras especificações de edição para a submissão dos artigos.

Para além de querer contribuir para “o conhecimento e a investigação sobre o impacto económico da digitalização em Portugal”, o concurso visa ainda promover “um fórum para discussão de soluções de política pública” nesta área do saber, lê-se em comunicado de imprensa.

Serão valorizados trabalhos que versem sobre campos como “a transformação do tecido empresarial e dos serviços públicos”, os impactos da covid-19 na digitalização, os desafios que apresentam a Inteligência Artificial ou a cibersegurança, “a importância da digitalização para a produtividade e o emprego” e o papel das políticas públicas.

Comentários