A Luís Simões investiu 7.4 milhões de euros na requalificação de dois centros de operações para dar resposta ao crescimento das operações na região norte e apostar na logística urbana.

A empresa de transportes e logística Luís Simões inaugurou esta semana, em Gaia, o renovado centro de operações logísticas e o novo centro de assistência técnica da Reta. Foram investidos no total 7,4 milhões de euros na requalificação de ambos os centros de operações, cujas obras de remodelação e expansão pretenderam dotar os equipamentos das condições necessárias para o crescimento das operações na região norte e avançar com uma aposta no domínio da logística urbana.

“Este investimento assume-se como estratégico para a Luís Simões, uma vez que nos permite ampliar o nosso potencial de crescimento na região norte e dar resposta ao bom de desempenho económico que esta zona tem apresentado”, refere José Luís Simões, presidente da Luís Simões.

Além da requalificação e expansão, a empresa referiu em comunicado que as obras comtemplaram uma maior aposta na eficiência energética através da instalação de painéis solares e da criação de um sistema que acompanha o consumo de energia com um indicador de consumo energético versus paletes movimentadas.

A Luís Simões iniciou atividade em Loures, em 1948, e está no mercado espanhol há mais de 25 anos. O operador logístico gere atualmente uma frota de 2 mil viaturas (próprias e subcontratadas) e conta com mais de 1.700 colaboradores. Presta serviços integrados de logística em toda a Península Ibérica, em mais de 20 armazéns que superam os 400.000m2 de capacidade instalada em 10 regiões diferentes da Península Ibérica.

Comentários