A consultora de desenvolvimento humano fez um rebranding e apresentou novas soluções e conteúdos focados no exercício da função de liderança.

“Para as empresas que adotaram um propósito que vai além do lucro, o sucesso é o equilíbrio desse ecossistema, que deve ser sustentável e gerar os recursos (incluindo o lucro) que mantenha essa sustentabilidade”. A afirmação é de Maria Júlia Nunes, fundadora e CEO da inSoul, uma empresa que se dedica à consultoria estratégica, coaching e programas formativos para o empoderamento de pessoas e organizações, e que recentemente procedeu a uma mudança de imagem e ao lançamento de novas soluções.

Criada em 2004, a inSoul aproveitou o período de pandemia por fazer um rebranding e assumir a assinatura “We Take Care Of Leaders” como forma de responder às elevadas e exigentes necessidades e à emergência na mudança do paradigma da liderança. “Toda a  imagem, assinatura e comunicação se tornam agora mais fortes, evidenciando o compromisso da inSoul em ser reconhecida como a marca que nutre os líderes, de forma a facilitar-lhes as tarefas, reduzindo o peso das responsabilidades e, portanto, a empoderar o seu valor e o das empresas”, frisou Maria Júlia Nunes.

Como explicou a responsável do projeto, todos os serviços que a inSoul disponibiliza atualmente são desenvolvidos através de modelos de intervenção como a consultoria, coaching e mentoring, formação & treino e mindfulness, destinadas às áreas da liderança, empreendedorismo e desenvolvimento pessoal.

“Na consultoria destacamos a liderança ágil, coesão de equipas, projetos de empreendedores e auto-desenvolvimento. O coaching/mentoring distribui-se pelos modelos de leadership coaching, Inner Coaching (para desenvolvimento pessoal) e coaching empreender. A formação&treino foca-se em desenvolvimento humano, de liderança e organizacional. O mindfulness oferece propostas de implementação de mindfulness aplicado à liderança”, esclarece a responsável. E, acrescenta, “em todos os serviços, o que nos diferencia é a criação de valor dentro dos modelos de intervenção. Cada pessoa ou empresa com quem trabalhamos é para nós um organismo holístico, e como tal, temos presente que tudo o que for feito deve respeitar os princípios do equilíbrio da vida”.

Atualmente, entre os clientes inSoul estão pessoas, líderes e empresas “que sentem uma ansiedade em querer construir o futuro e se preparam para isso. Estão recetivos a desafiar o seu conhecimento, forças e valores, para lhes darem maior relevância e amplitude e com isso serem agentes de mudança. O que nós oferecemos é a oportunidade de atingirem esse grau de sustentabilidade, fortalecendo o seu próprio valor, a visão que têm deles mesmo”, refere a fundadora da empresa.

Depois do foco no rebranding, a inSoul prepara-se agora para concluir outros projetos, como dar mais vida ao blogue, à oferta de recursos complementares aos líderes portugueses e também o lançamento de um livro. “Há ainda outras possibilidades que estão a ganhar forma, e que se encontram em fase de maturação”, revelou Maria Júlia Nunes.

Comentários