A Microsoft lançou um novo desafio às start-ups portuguesas: resolver problemas de cinco setores diferentes. O vencedor deste desafio, que já tem as inscrições abertas, ganha 120 mil euros convertíveis em serviços.

Como é que podemos usar as tecnologias IoT (“internet of things”), a inteligência artificial, “big data”, “machine learning” ou a realidade aumentada para ultrapassar barreiras nas diversas indústrias? É este o novo desafio lançado pela Microsoft Portugal a start-ups portuguesas sedeadas em território nacional ou internacional ou a grupos de inovadores que acham ter encontrado a solução para os problemas de uma das cinco indústrias englobadas neste “Innovation Challenge”.

As áreas abrangidas por este desafio são o retalho de luxo, media, saúde, turismo e consumo. Anexada a cada uma das indústrias vem uma empresa parceira da Microsoft neste desafio. A seguinte lista comtempla as empresas e o seu respetivo desafio:

  • Retalho de Luxo – Farfetch: “Como podemos transformar a forma como as pessoas compram dentro da loja e online utilizando tecnologias como a realidade aumentada e realidade virtual?”
  • Media – Impresa: “Como poderão os media utilizar a inteligência artificial e/ou ‘machine learning’ ao serviço da produção de conteúdos?”
  • Saúde – José de Mello Saúde: “Como podemos passar de um sistema assente na cura para outro baseado na prevenção, utilizando mais de 70 anos de informação clínica?”
  • Turismo – Pestana: “Como utilizar a inteligência artificial para combater a complexidade, melhorando a experiência dos clientes, através do design e a implementação de serviços personalizados relevantes, desde a pré-reserva à pós-estadia?”
  • Consumo – SUMOL+COMPAL: “Como podem tecnologias como ‘big data’, ‘machine learning’ e inteligência artificial ajudar a melhorar as operações no comércio, distribuição e retalho para que possamos melhor servir os nossos clientes?”

Após a inscrição, serão escolhidas, ao todo, dez start-ups, duas por área. Deste desafio vão sair cinco finalistas, um por cada setor. Os contemplados com este título vão poder fazer parte de uma “hackaton” que vai decorrer de dia 11 a dia 15 de setembro na sede da Microsoft, em Lisboa. Esta “hackaton” servirá para aprimorar as ideias e os projetos das start-ups finalistas que vão ser apresentados a um júri de especialistas no dia 11 de outubro.

Depois desta última etapa será selecionado o vencedor do “Innovation Challenge”, que ganhará 120 mil euros em serviços Cloud no Microsoft Azure e presença garantida no “stand” da Microsoft na Web Summit.

Para participar neste desafio basta inscrever-se no site dedicado à iniciativa até dia 30 de julho.

Comentários