Iniciativa europeia “Get Digital-Go Green and Be Resilient” desafia start-ups e PME

Criar um catálogo de soluções digitais inovadoras que possam ajudar a indústria europeia é o desafio proposto pela iniciativa.

O Departamento para o Mercado Interno da Comissão Europeia (DG GROW), conjuntamente com a DIGITAL SME e o Conselho Europeu de Inovação e a Agência Executiva para as PME (EISMEA), quer acelerar a adoção de soluções inovadoras que ajudem a indústria a tornar-se cada vez mais independente de energia e resiliente à cadeia de suprimentos e, para o efeito, está a lançar a iniciativa “Get Digital – Go Green and Be Resilient”.

Visa promover soluções digitais inovadoras, desenvolvidas na Europa, tendo como objetivo disponibilizar apoio prático às PME que oferecem soluções digitais, promover a integração de modelos de negócios digitais com efeitos positivos na competitividade, resiliência e sustentabilidade da economia da União Europeia em todos os ecossistemas, e ainda a identificar eventuais barreiras à escalabilidade dessas soluções de forma a superá-las.

De acordo com a organização do “Get Digital – Go Green and Be Resilient”, todas as soluções inovadoras serão apresentadas num catálogo digital abrangente de casos de uso em toda a Europa, listando soluções de negócios digitais que possam ajudar a União Europeia e a Ucrânia, a Moldávia e a Geórgia a tornarem-se menos dependentes de petróleo, gás e matérias-primas, reduzindo em geral o consumo de energia e o reforço da resiliência da cadeia de abastecimento da indústria europeia.

Os candidatos também poderão participar nos workshops “Get Digital – Go Green and Be Resilient”, ainda que a sua solução não seja destacada na apresentação principal das soluções digitais. O “Get Digital: Go Green” é um workshop focado em soluções digitais que possam reduzir o consumo geral de energia nas operações de negócios. Já o “Get Digital: Be Resilient” abordará as soluções digitais que apoiam a resiliência da cadeia de abastecimento da indústria europeia.

Estão em jogo, por exemplo, soluções capazes de lidar com interrupções na cadeia de suprimentos que afetam, por exemplo, o setor automóvel, construção e agroalimentar, permitindo que as empresas permaneçam competitivas.

Caberá a um júri composto por gestores independentes de investimentos e negócios, juntamente com especialistas em energia, digital e sustentabilidade, ajudar a selecionar as empresas que se apresentarão no workshop. Essas essas receberão formação personalizada de especialistas em serviços de apoio a PME financiados por programas relevantes da União Europeia, como o Enterprise Europe Network ou Digital Innovation Hubs.

Ao candidatarem as suas propostas, as empresas e as start-ups poderão promover quer a sua tecnologia digital, quer o seu modelo de negócios, bem como aumentar a exposição das suas soluções.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados