Grow e Clynx são os convidados da semana do Spe Futuri, Investidores. Amanhã, às 12H.

João Mil-Homens, responsável pelo programa Grow do grupo José de Mello, e Joana Pinto, cofundadora e CEO da Clinx, estão esta semana no Spe Futuri, Investidores. Os dois convidados explicam os projetos que lideram e os objetivos que os movem.

Lançado em 2017, o Grow é um programa transversal a todas as empresas participadas do Grupo José de Mello que pretende reforçar a ligação ao ecossistema de start-ups, apoiando e acelerando o desenvolvimento de projetos inovadores. Desde a sua criação, o Grow já promoveu mais de 2000 contactos entre start-ups e as empresas do Grupo José de Mello, tendo-se traduzido em mais de 40 projetos de validação e demonstração de tecnologia.

Por sua vez, a jovem Clynx desenvolve soluções personalizáveis de fisioterapia permitindo aos pacientes fazerem os exercícios prescritos em ambiente de videojogo e tornando o tratamento mais motivador, digital e interativo. A start-up começou a dar os primeiros passos em 2018 e desde então já somou vários prémios -o mais recente foi o Grow Innovation Award, e ainda no  final de novembro concluiu um financiamento pré-seed  (no valor de 150 mil euros) com o venture capitalist Think Bigger Capital.

Os seus responsáveis, João Mil-Homens e Joana Pinto, respetivamente, são os convidados de mais uma edição das conversas Spe Futuri, Investidores, conduzida pelo empresário Ricardo Luz.

A conversa pode ser acompanhada amanhã, pelas 12 horas, nas redes sociais do Link To Leaders (Facebook, YouTube e LinkedIn).

João Mil-Homens é Head of Innovation & Sustainability da José de Mello e responsável pelo Grow onde atua como conector entre o ecossistema de inovação e as empresas do Grupo José de Mello.

Foi diretor-executivo na SingularityU Portugal onde é orador em temas relacionados com inovação. Trabalhou ainda na Fundação para a Ciência e a Tecnologia e na Agência Nacional de Inovação como Delegado e Ponto de Contacto Nacional para o programa Horizonte 2020 da Comissão Europeia. Foi professor convidado na Universidade do Algarve tendo gerido vários projetos Europeus de transferência de conhecimento. João Mil-Homens é formado em Engenharia do Ambiente pela Universidade Nova de Lisboa e doutorado em Planning, Governance and Globalisation pela Virginia Tech.

Joana Pinto é cofundadora da Clynx, uma start-up de saúde digital que desenvolve soluções inovadoras na área da fisioterapia digital, que recorrem a tecnologias de videojogos, no sentido de proporcionar melhores experiências aos pacientes e permitir a utilização quer em clínicas quer na casa do utente.
Joana é formada em engenharia biomédica pelo Instituto Superior Técnico, foi project manager na JUNITEC – Júnior Empresas do Instituto Superior Técnico, professora na Happy Code Portugal e junior research fellow no Instituto de Telecomunicações.

Reveja as conversas anteriores:

António Murta, fundador e CEO da Pathena, e Renato Oliveira, fundador e CEO da eBankit.
João Brazão, CEO da Eureekka e business angel, e João Marques da Silva, CEO da CateringAssiste.
Francisco Horta e Costa, managing director da CBRE, e Ricardo Santos, CEO da start-up Heptasense.
João Arantes e Oliveira, fundador e partner da HCapital Partners, e Nuno Matos Sequeira, diretor da Solzaima.
Tim Vieira, CEO da Bravegeneration, e Pedro Lopes, fundador da Infinitebook.
Luís Manuel, diretor executivo da EDP Innovation, e Carlos Lei Santos, CEO e cofundador da HypeLabs.
António Miguel, fundador e CEO da MAZE, e Guilherme Guerra, fundador e CEO da Rnters.
João Amaro, Managing Partner da Inter-Risco, e Carlos Palhares, CEO da Mecwide.
Pedro Lourenço, administrador da Ideias Glaciares, e Pedro Almeida, fundador e CEO da MindProber.
Alexandre Santos, diretor de investimento na Sonae IM e cofundador da Bright Pixel, e João Aroso, cofundador e CEO da Advertio.
Francisco Ferreira Pinto, partner da Bynd Venture Capital, e Eduardo Freire Rodrigues, cofundador e CEO da UpHill.
Basílio Simões, business angel e fundador da Vega Ventures, e Gustavo Silva, cofundador e CMO da Homeit.
Manuel Tarré, presidente da Gelpeixe, e Nuno Melo, cofundador e sócio da Boost IT.
José Serra, fundador e managing partner da Olisipo Way, e Tocha Serra, Partner & Startup Spotter da Corpfolio.
Stephan Morais, fundador e diretor-geral da Indico Capital Partners, e André Jordão, CEO da Barkyn.
Ricardo Perdigão Henriques, CEO da Hovione Capital, e Nuno Prego Ramos, CEO da CellmAbs.
Pedro Ribeiro Santos, sócio da Armilar Venture Partners, e Jaime Jorge, CEO da Codacy.
Miguel Ribeiro Ferreira, investidor e chairman da Fonte Viva, e João Cortinhas, fundador e CEO da Swonkie.
Cíntia Mano, investidora que está ligada à REDangels e à COREangels Atlantic, e Marcelo Bastos, fundador da start-up Sizebay.
Diamantino Costa, cofundador da Ganexa Capital, e Nuno Almeida, CEO da Nourish Care.
David Malta, Venture Partner do fundo de investimento Vesalius Biocapital, e Daniela Seixas CEO da TonicApp.
Sérgio Rodrigues, presidente da Invicta Angels, e Ivo Marinho, cofundador e CEO da StoresAce.
Alexandre Barbosa, Managing Partner da Faber, e Carlos Silva, cofundador da Seedrs.
Inês Sequeira, diretora da Casa do Impacto, e Nuno Brito Jorge, cofundador e CEO da GoParity.
Paulo Santos, managing partner da WiseNext, e Hugo Venâncio, CEO da Reatia.
João Matos, administrador executivo do dstgroup e presidente e CEO da  2bpartner, e Bruno Azevedo, CEO da AddVolt.
Luís Quaresma, partner da Iberis Capital, e Vasco Portugal, cofundador e CEO da Sensei.
Isabel Neves, business angel, e Rita Ribeiro da Silva, cofundadora da Skoach.
Pedro Tinoco Fraga, fundador da F3M e acionista da Braintrust, da BrainInvest e da BrainCapital, e César Martins, fundador e CEO da ChemiTek.
Roberto Branco, CEO da Beta Capital, e Luís Moreira, cofundador da Bullet Solutions.
Carlos Brazãobusiness angel,e Ricardo Mendes, cofundador da Vawlt Technologies.
Inês Lopo de Carvalho, partner da Crest Capital Partners , António Brum, diretor-geral do grupo Penta.
Luís Santos Carvalho, cofundador, partner e CFO da Vallis Capital Partners, e Óscar Salamanca, CEO da Smile-up.
Pedro Cruz, business angel e CEO da Gallo Worldwide, e Rogério Nogueira, CEO da Winegrid.
António Amorim, presidente da Amorim Cork Ventures, e Pedro Abrandes, fundador de As Portuguesas no Spe Futuri.
Martim Avillez Figueiredo, sócio da CoRe Capital, e Fernando Lourenço, CEO da Jayme da Costa.
Hugo Gonçalves Pereira, Managing Partner da Shilling, e Diogo Barata Simões, CEO e cofundador da Elecctro.
António Cacorino, cofundador e CEO da Apex Capital, e Pedro Vasconcelos, CEO da Batch.
Filipe de Botton, empresário, e Nuno Sousa Pereira, fundador da Sixty Degrees.
Jorge Líbano Monteiro, administrador do Fundo Bem Comum, e Miguel Neiva, fundador da ColorADD.
Hugo Augusto, executive board member da Semapa Next, e Ricardo Costa, cofundador e CEO da LOQR.
Pedro Correia da Silva, fundador e Managing Partner da ActiveCap, e Urbano Veiga, fundador e CEO da Zumub.com.
Miguel Carreiro, Investment Manager da EIT InnoEnergy, e Manuel Lemos, cofundador e CMO da Enline.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados