A entidade espanhola procura ferramentas digitais para fomentar uma cultura de trabalho e partilha de conhecimento dentro da administração.

O gabinete para a estratégia digital e corporativa do Governo Provincial da Biscaia, norte de Espanha, lançou um desafio através de uma plataforma de inovação aberta que visa fomentar a partilha de trabalho e de conhecimento que estimule a adoção de novas ferramentas tecnológicas entre as suas equipas de trabalho.

Este gabinete do Governo regional pretende estabelecer um acordo comercial e procura um parceiro que esteja envolvido em estratégias de comunicação, criação de conteúdos multimédia, desenvolvimento de inovação aplicações tecnológicas, implementação de ideias dentro da empresa. Dá preferência a parceiros que tenham experiência com empresas e também com a administração pública. Parceiros provenientes do setor das TIC e especializados no desenvolvimento de diferentes tipos de aplicações. As soluções propostas pelo parceiro devem satisfazer pelo menos um dos seguintes objetivos: facilidade de utilização das ferramentas de gestão; maior autonomia do equipamento ao utilizar as ferramentas; e melhoria das atualizações e da validade dos conteúdos gerados.

O gabinete de digitalização e de aconselhamento dos cidadãos do Gabinete procura ferramentas de gestão para os diferentes departamentos que o Conselho Provincial da Biscaia envolve. Além dessas aplicações, os procedimentos administrativos podem ser gerados de forma a que os cidadãos possam gerir posteriormente a documentação e os formulários de inscrição online.

Este desafio envolve três subdesafios, a saber: como automatizar manuais e atualizações de informação sobre a utilização de novas funcionalidades e ferramentas; como registar e atualizar todos os conhecimentos internos gerados nos diferentes departamentos do conselho de forma regular e partilhada; e como procurar ajuda de acordo com as necessidades da equipa de trabalho.

Resumo:
Área: Administração Pública Espanhola
Produto: Tecnologia
Mercado: Internacional
Necessidade: Acordo comercial
Contacto: Consultar site de acesso

Comentários