GoParity promove projeto de financiamento da OysterWorld

A campanha de financiamento da OysterWorld começou ontem na plataforma da GoParity. Atingir os 125 mil euros é o objetivo nesta fase.

A plataforma de financiamento colaborativo GoParity iniciou ontem uma campanha de financiamento para o projeto OysterWorld no valor de 125mil euros, com uma TANB de 5,20% e uma maturidade de dois anos. Trata-se de um projeto de produção sustentável de ostras que contará com um investimento global de 2,1 milhões de euros, sendo que 1 milhão de euros será financiado através da GoPartity num total de oito campanhas, no valor de 125 mil euros cada.

Fundada em 2013, a OysterWorld é produtora e comercializadora de bivalves, com mais de 18ha de área para exploração em Setúbal.  A maioria da sua produção é exportada para Espanha, França e Holanda.
Através desta campanha de financiamento, a OysterWorld pretende investir num inovador equipamento que permitirá aumentar a sua capacidade produtiva para 360 toneladas/ano, reforçando também o fator sustentabilidade da atividade.

Com esta nova campanha na área da sustentabilidade, desta vez relacionada com a produção sustentável de ostras, a plataforma criada por  Nuno Brito Jorge e Luís Couto reforça a aposta numa nova estratégia que envolve projetos de investimento em setores como a moda sustentável, como foi o caso da marca portuguesa de sapatos vegan Ballūta;  mobilidade elétrica, com destaque para o projeto Tuga Tours; e ainda projetos de requalificação, como por exemplo o Clara, que consiste na reconstrução de uma antiga fábrica de tijolos em Odemira, transformando-a num espaço que incluirá restaurantes, escritórios, residências e laboratórios ecológicos.

“Após termos financiado 20 projetos de sustentabilidade nas dimensões da energia renovável, eco-turismo, mobilidade elétrica e moda sustentável, financiamos agora um projeto único e que alia o impacto ambiental positivo ao crescimento de uma indústria de valor acrescentado, com potencial exportador e gerador de emprego nas comunidades locais. Os nossos mais de 2600 investidores podem assim contribuir para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (SDGs) das Nações Unidas, enquanto beneficiam de taxas de juros acima dos 5% com apenas 20 euros de investimento mínimo”, explicou em comunicado Nuno Brito Jorge, CEO da GoParity,

Refira-se que em dois anos de atividade, a GoParity financiou 24 projetos, num valor acumulado superior a 1,25 milhões de euros.

Comentários

Artigos Relacionados