Foi criada em plena pandemia, com o objetivo de inovar no setor do transporte de mercadorias. No início deste ano, a Fretx passou a integrar o grupo Integer Consulting, tendo em vista expandir o negócio em Portugal e chegar às ilhas.

Os empreendedores brasileiros Thiago Dieb e Bruno Barroso depararam-se com a dificuldade de procurar um profissional ou serviço de transportes e mudanças, disponível a um preço justo e adequado para a realização do trabalho. Por isso, decidiram criar em 2020, em plena pandemia, a Fretx, uma plataforma que pretende criar uma ligação direta entre o transportador e o cliente que necessita do serviço de mudança ou transporte de mercadorias.

A empresa, que conta atualmente com com mais de 4 mil propostas e mais de 700 transportadores, apresenta-se como “a primeira plataforma de prestação de serviços a usar a tecnologia de chatbot para se relacionar com os clientes, no momento do pedido de orçamentação aos transportadores”.

A Fretx estabeleceu como meta expandir o negócio no mercado português. Para tal, no início de 2021, a start-up passou a integrar o grupo Integer Consulting, empresa de consultoria em tecnologias de informação, especialistas em serviços de IT outsourcing, software, projetos de nearshore e desenvolvimento à medida, com o objetivo de fomentar a expansão para o território português através da contratação de novos talentos em negócios, comunicação, marketing e tecnologia, explica a Fretx em comunicado.

Em declarações ao Link To Leaders, Bruno Barroso, sócio fundador da Fretx, referiu que “a plataforma já atua em 18 distritos de Portugal continental, mas pretende expandir as operações para as ilhas, assim como para outros países europeus, com o intuito de facilitar os transportes e levar uma experiência única a todos”.

“Neste momento estamos a trabalhar essencialmente com transportes de pequeno e médio porte, com o foco principal em mudanças residenciais, comerciais e/ou transportes menores. Em breve estamos a prever iniciar serviços expresso, transportes de grandes cargas e melhorar a experiência em transportes internacionais”, acrescentou o responsável.

Para continuar a inovar e facilitar a escolha entre clientes e transportadores, a start-up prevê também integrar na plataforma tecnologias como machine learning e Inteligência Artificial.

 

Comentários