36 mil profissionais portugueses mudaram de trabalho no LinkedIn até março. A Farfetch foi a empresa portuguesa que mais contratou, segundo dados recolhidos através do LinkedIn Sales Navigator.

Durante o primeiro trimestre deste ano, 36 mil profissionais mudaram de emprego no LinkedIn. A Farfetch (355 colaboradores), a MC (161 novos colaboradores) e a Microsoft (154 talentos contratados) foram as três companhias em Portugal que mais contratam novos colaboradores entre janeiro e março no LinkedIn, revela o “Relatório LinkedIn Emprego Portugal – 1.º Trimestre 2022”, elaborado por Pedro Caramez, consultor, formador e especialista em LinkedIn, com recurso a dados recolhidos através do LinkedIn Sales Navigator.

O relatório citado pelo ECO indica ainda que a AIESEC in Portugal, Capgemini Engineering, NOS SGPS, Talkdesk, Adidas, NTT Data e Capgemini completam o Top 10 das empresas com maior número de novos colaboradores.

Cerca de 13 mil profissionais ingressaram em empresas com mais de 10 mil colaboradores e apenas 388 tornaram-se trabalhadores autónomos. Estes profissionais saíram, sobretudo, de empresas como a MC (555), Teleperformance (429), Farfetch (416), Deloitte (367), Sonae (339), NOS SGPS (311), Accenture (273), Caixa Geral de Depósitos (232), EDP (218) e EY (181).

Já no que toca aos setores de atividade das empresas recrutadoras, a área das tecnologias de informação e serviços foi a que recebeu maior número de novos colaboradores, cerca de 3.500 profissionais. Seguem-se os setores de software (1.500), marketing e publicidade (1.500), saúde, bem-estar e educação física (1.000) e hotelaria (1.000).

Entre as funções mais recrutadas no primeiro trimestre estão as seguintes: operações; engenharia e educação.

Comentários