Estás à procura de um estágio? A ITSector está a recrutar.

Há 17 vagas disponíveis para as áreas de NET, React, Android, iOS e Copywriter. Os interessados poderão inscrever-se até ao dia 4 de fevereiro.

Se estás a terminar os estudos na universidade e já pensas na entrada no mercado de trabalho, este estágio é para ti. A empresa ITSector lançou a quarta edição do Next Level Academy e abriu candidaturas para estágios remunerados. Nesta edição, estão disponíveis 17 vagas e os interessados poderão inscrever-se até 4 de fevereiro.

A iniciativa destina-se a jovens finalistas de licenciatura ou mestrado que pretendem ingressar no mercado de trabalho. Os estágios terão uma duração de quatro meses, sendo que, numa primeira fase, o estagiário será integrado na academia durante  um mês, onde lhe será dada uma formação numa determinada tecnologia, com o intuito de promover a integração inicial. Nos restantes três meses, o participante será colocado num projeto prático relacionado com a tecnologia selecionada.

“No quarto ano do programa, a captação de talentos e o desejo de oferecer aos jovens oportunidades para desenvolverem as suas competências continuam a ser prioridades para a ITSector. A participação nesta iniciativa não proporciona apenas uma boa experiência profissional, mas também social e relacional; é um investimento no futuro, com grande foco nos desenvolvimentos individual e coletivo, através da integração num ambiente desafiante e de aprendizagem, assim como de proximidade e orientado às nossas pessoas”, explica Stéphanie Dermagne, Talent Acquisition Director da ITSector.

O Next Level Academy tem como principal objetivo valorizar e capacitar perfis juniores com competências tecnológicas. No fim do programa, poderá existir a possibilidade de integração dos estagiários na empresa, como é o caso de Miguel Rodrigues, licenciado em Engenharia Informática, que participou na última edição da iniciativa, encontrando-se a trabalhar na ITSector desde então.

“O Next Level Academy abriu-me as portas para os desafios da transformação digital e do mundo financeiro. O facto de contarmos não só com a formação, mas também com a parte prática em projetos inovadores, foi essencial para o meu desenvolvimento profissional”, conta o jovem.

Comentários

Artigos Relacionados