O projeto AirFloow, da AssetFloow, foi o grande vencedor da competição mundial Venture with Air. A final foi disputada por oito empresas.

A AssetFloow acaba de se consagrar a grande vencedora do hackaton Venture with Air, uma iniciativa realizada em Helsínquia, arrecadando um prémio de 20 mil euros. A equipa vencedora captou a atenção do júri com uma solução comercialmente escalável que poderia gerar um impacto profundo reduzindo o consumo de energia nos edifícios.

A start-up portuguesa, criada no início deste ano por Ricardo Santos e Katya Ivanova, é especialista na análise de fluxo de pessoas e concorreu com o projeto AirFloow, um software que ajuda as empresas a analisarem o percurso e ocupação das pessoas num espaço.

Refira-se que o desafio do hackathon organizado pela Universidade de Helsínquia e o evento tecnológico Slush, com os parceiros Cidades de Helsínquia, YIT Corporation e o Instituto Meteorológico Finlandês, visava encontrar soluções para melhorar a viabilidade e sustentabilidade ecológica dos ambientes da cidade.

Em causa estava concretamente o desenvolvimento de algo mais específico com os dados de sensores da qualidade do ar que colocaram num shopping. Os participantes aproveitaram os dados de qualidade do ar recolhidos com os sensores MegaSense da universidade, com o objetivo de construir um caso de negócio sólido e apresentar algumas evidências da viabilidade técnica da sua solução

Usando inteligência artificial, o software AirFloow aprende as correlações entre o fluxo de pessoas e as pequenas mudanças nos componentes aéreos, e prevê quantos visitantes estarão no centro comercial nas próximas horas. Em seguida, o software fornece informações acionáveis sobre a intensidade do aquecimento e dos sistemas de AVAC para manter os níveis de qualidade do ar e a temperatura aceitável, reduzindo simultaneamente os custos de operação e manutenção.

A competição reuniu candidaturas de 12 países e foram selecionadas oito equipas para a shortlist. O júri foi constituído por investidores e especialistas em tecnologia climática.

O segundo lugar da competição foi para o Discover’s CompAir, com uma aplicação ambientalmente consciente de urbanismo, e o terceiro para a Purify, com torres de purificação de ar.

Comentários