Empresa holandesa cria ferramentas de RV e RA e quer parceiros tecnológicos

Criadora de ferramentas tecnológicas para fins educativos, a empresa dos Países Baixos procura parceiros para a criação, monitorização e validação de dados biométricos que comprovem a eficácia das suas soluções.

Instalada nos Países Baixos, a empresa holandesa de desenvolvimento e conceção de ferramentas de aprendizagem de Realidade Virtual (RV) e Realidade Aumentada (RA)para o desenvolvimento de competências para diferentes fins educativos, está interessada em encontrar parceiros internacionais. O seu objetivo é que estes a apoiem na criação, monitorização e validação de dados biométricos que comprovem efeitos positivos das ferramentas que desenvolve.

A colaboração com o potencial parceiro poderá ser formalizada no âmbito de um acordo de cooperação em matéria de investigação e desenvolvimento ou então através de um acordo de cooperação técnica.

A empresa holandesa quer medir o desempenho de aprendizagem em detalhes nos alunos enquanto eles usam os seus módulos de aprendizagem de RV. Eles medem o envolvimento, a intensidade emocional, a memória e a atenção no cérebro, nos lados esquerdo e direito, o rastreamento ocular e aumento da pupila.

Em relação aos módulos de aprendizagem de RV, eles concentram-se na transferência de conhecimento e nas (soft) skills de profissões carentes no campo técnico e de construção. A empresa pretende reduzir o tempo de aprendizagem, a perda de aprendizagem proporcionada no módulo de RV e conseguir a máxima retenção para alunos com todo o tipo de antecedentes. Para tal, a usa hardware biométrico como scanners de EEG, eyetracking, relógios inteligentes para recuperar dados do utilizador. Enquanto os alunos usam as ferramentas de RV e RA, eles recuperarão dados usando hardware e software biométricos. Especialistas de diferentes áreas ajudam-os a interpretar e rotular os dados recuperados.

Neste momento, o projeto reúne parceiros como os Vocacional Colleges (ensino secundário vocacional) de Haia, Roterdão e Amesterdão; um developer de VR da Sérvia; uma plataforma holandesa de talento e tecnologia; e os municípios de Roterdão e de Haia.

Estão à procura de uma colaboração sustentável com parceiros que proporcione uma forma disruptiva de educação e treino com os quais se adaptem continuamente ao hardware mais recente, software e insights obtidos de dados de atividade cerebral, movimento ocular, aumento da pupila, frequência cardíaca e pressão arterial.

Resumo:
Responsável: Empresa Holandesa
Área: Tecnologia
Produto: Software educativo
Mercado: Internacional
Necessidade: Parcerias
Contacto: Site de acesso
Referência: NL-2023-380_TRNL20230914016

Comentários

Artigos Relacionados