6 dicas para ter um elevator pitch perfeito

Leia algumas dicas para melhorar o seu elevator pitch e estar sempre preparado para enfrentar um potencial investidor.

Piso zero. Entra no elevador e seleciona o oitavo andar. Pensa na reunião que vai ter com um potencial cliente – se a proposta for aceite, vai finalmente conseguir cimentar o seu pequeno negócio no mercado. O elevador para no terceiro andar. Entra uma pessoa que reconhece do LinkedIn: é um investidor de um fundo de capital de risco que nunca chegou a responder aos seus e-mails. Pensa em lançar o seu pitch, mas a vergonha e o facto de não ter nada preparado demovem-no. O elevador para no sétimo andar. O investidor sai e com ele vai a oportunidade de se apresentar a si e à sua empresa.

A situação é caricata. É pouco provável que já lhe tenha acontecido, mas enquanto fundador é recomendado que se prepare para situações deste género. Foi a pensar nos fundadores que não têm um pitch preparado que Amy Geoge, líder da George Communications, partilhou seis dicas numa publicação na Inc..

#1. Mantenha o discurso curto

Tal como refere o nome, o objetivo do elevator pitch é preparar-se para uma situação em que tem pouco tempo para se apresentar a si e à sua empresa – não só num elevador, mas nos mais variados ambientes, como um encontro de networking.

O plano é que o discurso demore entre 30 e 60 segundos, de forma a não aborrecer os ouvintes e facilitar que estes passem a mesma informação a outras pessoas. Para isso, o conselho de Amy George passa por escrever um texto com as 100 palavras mais importantes.

#2. Pratique

Pratique o discurso em voz alta. À medida que o fizer vai perceber que há ajustes que podem ser feitos, tanto nas palavras, como no tom e na rapidez com que está a debitar a informação. Durante este exercício pode também cronometrar. A meta é, segundo a líder da George Communications, treinar, treinar, até ter o discurso memorizado.

#3. Experimente fazer o discurso a um amigo ou colega

Antes de se atirar para o mundo real, experimente o seu discurso junto de colegas ou amigos. O que correu mal? Que informação ficou perdida? Onde é que pode melhorar? Peça feedback.

#4. Faça melhorias

Depois de ter ouvido a opinião de várias pessoas, volte ao discurso. Reveja e pratique o suficiente até se sentir confiante daquilo que está a dizer. Caso sinta que é necessário, volte a fazer o pitch ao seu círculo mais próximo.

#5. Experimente em público

Está pronto para levar o seu pitch a público. Experimente-o na sua próxima reunião de negócios, num encontro de networking ou em qualquer outra situação que se adeque. Faça uma autoavaliação: o que falhou? Onde é que considera que a mensagem ficou perdida ou a que parte a audiência prestou mais atenção?

#6. Reedite e atualize o discurso com frequência

À medida que o seu negócio for crescendo os números vão ter de ser atualizados. Também talvez já não seja tão importante dizer que os seus primeiros clientes adoraram o protótipo quando já teve milhares de encomendas com avaliações positivas. Atualize o discurso e faça diferentes versões para situações distintas.

Cumprindo estes passos, da próxima vez que tiver a oportunidade de encontrar um investidor no elevador vai estar preparado para lhe entregar um pitch perfeito.

Leia também: “10 formas de melhorar o seu pitch, segundo o CEO da Crunchbase”.

Comentários

Artigos Relacionados