Depois de Lisboa, Fábrica de Unicórnios pode ser uma realidade em Cabo Verde em 2023

Lisboa e Cabo Verde assinaram durante o Web Summit um memorando de entendimento para o intercâmbio de experiências nas áreas do empreendedorismo e inovação. Será um projeto a implementar já no próximo ano no Parque Tecnológico de Cabo Verde, garantiu o secretário de Estado da Economia Digital ao Link To Leaders.

O acordo visa fortalecer as relações de cooperação e partilha entre as duas regiões, nomeadamente nas áreas de: intercâmbio e troca de informação relevante sobre programas de capacitação, acesso a fundos e eventos especializados; internacionalização de start-ups e scaleups de base tecnológica; programas de intercâmbio e negócios entre empreendedores dos dois ecossistemas e promoção e facilitação do acesso a programas direcionados aos nómadas digitais.

O posicionamento estratégico de Cabo Verde, refere o acordo, “pode servir de porta de entrada para o continente africano para os empreendedores com base em Lisboa, e Lisboa ser a porta de entrada na Europa para os empreendedores com base em Cabo Verde”.

O memorando de entendimento, assinado por Pedro Lopes, secretário de Estado da Economia Digital de Cabo Verde, e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, considera ainda a possibilidade de empresas e start-ups de Lisboa entrarem no mercado de comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, com mais de 300 milhões de habitantes e beneficiarem igualmente do mercado de zona livre em África.

Em declarações ao Link To Leaders, o secretário de Estado da Economia Digital, Pedro Lopes, referiu que “Cabo Verde vai ser uma porta de entrada para o continente africano, vamos ser embaixadores do Atlântico Sul desta Fábrica de Unicórnios que vai ser mundial, mas também de Atlântico e ajudar a tornar o que é impossível em possível”.

Este ano Cabo Verde trouxe 10 start-ups ao Web Summit, para além de empresas públicas e privadas, uma delegação chefiada pelo secretário de Estado da Economia Digital de cerca de 50 pessoas.

 

Comentários

Artigos Relacionados