Uma jovem escritora de Vila Real criou uma campanha de crowdfunding na PPL para conseguir lançar uma coleção de 15 livros centrada no desenvolvimento pessoal de crianças e jovens.

Editar livros que ajudem no desenvolvimento pessoal de crianças e jovens, contribuam para o fomento da leitura e a promovam a saúde mental, é o propósito de Ana Viegas, uma jovem escritora, tradutora, revisora e professora de português para estrangeiros, que lançou uma campanha de crowdfunding na plataforma PPL para pôr em prática este objetivo.

Fundadora de projetos como anaviegas.pt e calonodedo.pt, a jovem de Vila Real criou agora uma coleção de  livros crianças e jovens  “questionadores”, entre os 6 e os 10 anos, com o objetivo de acompanhar a evolução das experiências de leitura em formato físico, ebook e áudio com atividades práticas e teóricas para os mais novos e também com conselhos para os cuidadores e educadores. No total são com 15 volumes, com cerca de 1000 palavras e 12 ilustrações a cores repartidas por 32 páginas em formato de retrato.

Através das aventuras e evolução das personagens das histórias é proposta uma evolução ao próprio leitor, sendo-lhe colocadas questões pertinentes sobre temas como a aceitação, o autocuidado, a atenção plena, a mentalidade de crescimento ou os sonhos.

No caso dos livros físicos, a capa é dura e o papel é reciclado, respeitando a visão de uma publicação ecológica. As atividades de leitura e de escrita permitem refletir e brincar sobre o tema abordado, promovendo o pensamento crítico e a criatividade. Os conselhos para os cuidadores e educadores facilitam a aplicação na prática dos conhecimentos adquiridos.

A campanha está a decorrer durante os próximos 30 dias e têm com meta angariar verba para tornar possível a impressão, em papel reciclado, de 1500 exemplares, uma vez que livros já estão escritos, ilustrados e paginados.

Nesta fase, o objetivo de Ana Viegas é que com a ajuda do crowdfunding, a coleção, assim como os seus recursos, fique disponível no mercado a um valor promocional. No futuro próximo, também estará disponível num website próprio e em livrarias infantojuvenis a nível nacional.

“É minha intenção criar todo um serviço educativo que, através destas e de outras histórias imaginativas e transformadoras, ajude cuidadores e educadores a fomentar desde cedo a leitura recreativa e a escrita criativa junto de crianças e jovens, tendo em vista a criação e o desenvolvimento de jovens leitores e escritores alegres, curiosos e conscientes”, afirmou a autora na apresentação do projeto na plataforma PPL.

Comentários