Foi a pensar em quem tem pouco tempo para cozinhar que a Cook4.me criou um serviço que permite encomendar, de forma simples e em poucos cliques, refeições caseiras, saudáveis e sustentáveis, preparadas por cozinheiros.

O processo de encomendar a refeição é simples. Primeiro, o cliente escolhe a categoria que lhe apetece, depois a equipa do Cook4.me seleciona o prato e o cozinheiro perto de si, e o jantar chega ao destino pronto para comer e quentinho.

A Cook4.me, que foi lançada em setembro deste ano, conta com uma rede de chefes, estudantes e entusiastas de cozinha – mais de 200 – que preparam cuidadosamente a comida, a partir das suas casas. Para garantir a qualidade do seu serviço, todos os cozinheiros recebem formação em higiene e segurança alimentar e as suas cozinhas são licenciadas. Há ainda outra garantia: as refeições são preparadas com os ingredientes mais frescos e por quem ama cozinhar.

Ao todo, existem seis menus para todos os gostos que é possível encomendar online: Steak Lovers; Bacalhau Lovers; Veggie Lovers; Fit Lovers; Pasta lovers e Portugal Lovers. O preço é de oito euros por porção, para uma pessoa. As entregas são gratuitas. Há também a possibilidade de serem realizadas encomendas de pedidos para jantares de grupos e eventos. Nestes casos, são apresentados orçamentos à medida.

Atualmente, entregam encomendas apenas em Lisboa e nos arredores. “Estamos em Lisboa em fase de Minimum Viable Product e a preparar a versão 2.0 para breve”, contou ao Link To Leaders João Reis, CEO da start-up, que está à procura de investidores que possam atuar como parceiros na sua expansão internacional e na vertente de desenvolvimento informático.

“Temos como objetivo afinar o business model em Lisboa e crescer daqui para as principais cidades europeias, sem antes validar a expansão a outras cidades portuguesas. Candidaturas são bem-vindas!”, adiantou o CEO da Cook4.me.

A empresa acredita que “a comida transforma as pessoas e queremos trazer de volta a comida caseira às casas das pessoas que têm pouco tempo, vontade ou conhecimento para cozinhar no dia a dia”, pode ler-se no site da Cook4.me.

A Cook4.me ganha cerca de 10% por refeição que “servem para pagar os nossos custos de marketing, comunicação com foodies e chefies [como são chamados os chefes que trabalham com a start-up] e para expandirmos o nosso negócio para mais cidades”, explica a empresa.

Resumo:
Responsável: João Reis
Área: Alimentação
Produto: Refeições
Mercado: Português
Necessidade: Investidor para preparar internacionalização
Contacto: equipa@cook4.me

 

Comentários