81% dos colaboradores acreditam que os CEO devem ser pessoalmente visíveis ao discutir políticas públicas e 60% gostariam que as empresas desempenhassem um papel mais ativo em temas como as mudanças climáticas, a desigualdade económica, a requalificação da força de trabalho e a injustiça racial, conclui estudo global.

Os colaboradores esperam que os seus líderes façam algo para combater a desigualdade de género no local de trabalho, de acordo com a 22ª edição do Edelman’s Trust Barometer, uma pesquisa anual sobre atitudes de confiança em todo o mundo elaborada pela Edelman Data & Intelligence (DxI).

Os entrevistados responderam que as empresas não estão a fazer o suficiente no que diz respeito às mudanças climáticas (52%), igualdade económica (49%), qualificação de trabalhadores (46%) e na disseminação de informações confiáveis (42%).

Quando consideram uma vaga de emprego, 60% dos funcionários alegam que preferem CEO que falem sobre assuntos controversos com os quais se importam e 80% querem que os CEO discutam políticas públicas e mostrem o trabalho que a empresa tem desenvolvido para beneficiar a sociedade.

Ainda de acordo com o Edelman’s Trust Barometer, 76% dos entrevistados defendem que os CEO devem participar nas discussões de salário e economia, 73% nos temas da desigualdade salarial, 74% nas questões sobre tecnologia e automação e 68% nos assuntos relacionados com aquecimento global e clima.

O estudo demonstra ainda que as empresas são a fonte de informação mais confiável, mas essa confiança é local, com 77% dos entrevistados a confiar no seu próprio empregador em vez dos negócios em geral, e 65% acredita na comunicação do seu próprio empregador em vez de outras fontes.

No entanto, apenas 49% confiam nos CEO, seguindo-se os jornalistas (46%) e os líderes governamentais (42%).

Edelman Trust Barometer 2022

Fonte: Edelman Trust Barometer 2022

O 2022 Edelman Trust Barometer envolveu 36 mil entrevistas online de 30 minutos realizadas entre o dia 1 de novembro e 24 de novembro de 2021, em 28 países (Portugal não está incluído).

 

Comentários