A cafetaria gourmet Café Miró, que foi criada no nordeste brasileiro em 2011 e que opera em três modelos – quiosques e loja em shopping ou em ruas -, está à procura de investidor para abrir a sua primeira unidade em Portugal.

Café Miró é um franchising brasileiro que foi criado no Recife, em 2011, com o objetivo de trazer ao nordeste brasileiro a vanguarda das cafeterias europeias.

A ideia surgiu durante uma viagem que Valter Felix dos Santos fez à Europa com a sua esposa. Com uma vasta experiência em consultoria de franchising e operações de alimentação, o empreendedor criou a primeira unidade do Café Miró em Pernambuco.

Atualmente existem duas unidades franchizadas no Brasil que dispõem de café especial feito de grãos arábica selecionados e de uma variedade de bebidas, doces, salgados, sanduíches, sopa e refeições confeccionadas na hora.

O Café Miró está à procura de um investidor para iniciar as suas atividades em Portugal. Felix dos Santos, que atualmente reside em Portugal, afirma que, assim como no Brasil, a tendência de crescimento no consumo de cafés especiais também se verifica na Europa, incluindo no nosso país.

“O turismo internacional e a abertura do país a novos hábitos culturais impulsionam a diversificação nas ofertas de cafés que antes resumiam-se ao tradicional café filtrado. Hoje, Portugal está a abrir-se a outros tipos de cafés e com diferentes preparações”, afirma o empreendedor.

Proposta Café Miró
O Café Miró oferece três modalidades de operação: quiosque, de 8 a 16m2; loja em Shopping, de 30 a 60 m2; e loja de rua, de 60 a 100 m2. O investimento está estimado em 25 a 30 mil euros para quiosque e 60 a 70 mil euros para as lojas.

O escritório do franchising em Portugal dará todo o suporte necessário para a seleção dos pontos e abertura das unidades, e também treino e acompanhamento das operações, avança o responsável.

Resumo:
Responsável: Valter Felix Santos
Área: Cafetaria
Produto: Quiosques e loja em shopping ou em ruas
Mercado: Português
Necessidade: Investidor
Contactovalter.felix.santos@gmail.com

 

Comentários