Depois do tema Aceleração debatido na edição deste ano, o Business Transformation Summit 2020 vai centrar-se na palavra “Greatness”. O Link To Leaders falou com Ricardo Martins, diretor-geral da CEGOC, que fez o balanço do evento, e com Marco Costa, da Talkdesk, e Sophie Devonshire, autora e diretora-geral da Caffeine, sobre as mensagens que deixaram ao auditório do LX Factory. (Com vídeo)

“Grandeza/Greatness” será a palavra orientadora do Business Transformation Summit do próximo ano, revelou Ricardo Martins, diretor-geral da CEGOC (empresa responsável pela organização deste evento anual), no final da quarta edição que este ano teve como palco o LX  Factory, em Lisboa.

“Grandeza não só no sentido empresarial e organizacional, mas também do ponto de vista humano, das pessoas. O que faz com que as pessoas passem da eficácia à grandeza, o que faz com que as empresas e as organizações passem da eficácia à grandeza. Isso para nós é algo que estimula muito e tem muito a ver com aquilo que nós fazemos enquanto empresa”, afirmou Ricardo Martins (vide vídeo).

Em jeito de balanço, o diretor geral da CEGOC mostrou-se satisfeito com a adesão ao evento, que reuniu mais de 600 pessoas (às quais se juntaram outras centenas de participantes “virtuais” que acompanharam o evento via livestreaming).

Ricardo Martins destacou o tema “Acceleration, como um tema que desafia “tanto start-ups como empresas fundadas no século passado, dado que todas as organizações se encontram hoje na mesma encruzilhada da aceleração e da disrupção digital à escala global, uma realidade que nos obriga a abraçar uma mudança de paradigma pautada pela ascensão de novas tecnologias, o reposicionamento do papel do ser humano, a reinvenção dos modelos de liderança e da própria forma de gerir pessoas e negócios”.

Marco Costa, responsável pelas operações da Talkdesk na Europa, apresentou o unicórnio português especializado no desenvolvimento de soluções de software para call centers baseadas em cloud. Este profissional frisou que “assistimos ao surgimento de cada vez mais contact centers por causa dos e-commerces” e porque os clientes estão cada vez mais exigentes, pois “quando têm algum problema ou dúvida não querem ser atendidos por um bot, querem que exista alguém do outro lado que os faça sentir especiais e que resolva o seu problema”.

Sophie Devonshire, autora do bestseller “Superfast: Lead at Speed” e especialista em aceleração de negócios, explorou o tema “Superfast: How to Set the Pace and Lead in a World of Speed” e debateu a importância de cada empresa desenvolver o seu próprio ritmo para sobreviver e prosperar neste mundo movido a alta velocidade. “O mundo está a mudar rapidamente e os negócios estão a acelerar a um ritmo exponencial. À medida que a tecnologia impulsiona a disrupção e a expetativa de que tudo precisa ser mais rápido, surgem mais oportunidades… e também mais pressão sobre todos nós”, afirmou.

(Ver depoimentos em vídeo destes três profissionais).

O evento foi ainda marcado pelas presenças de Jeremy Gutsche com o tema “Better and Faster-The Proven Path to Unstoppable Ideas”, um dos keynote speakers mais requisitados do momento e autor dos bestsellers “Better and Faster” e “Exploiting Chaos”; de Jack Korsten, especialista em estratégia e aceleração de negócios e autor do bestseller “De Groeispiraal”, que abordou a temática “Business Strategy and Growth Acceleration”; de Gary T. Judd, Practice Leader na FranklinCovey e especialista global no desenvolvimento de culturas movidas pela velocidade da confiança, e que liderou o Acceleration Workshop “The Speed of Trust: The One Thing That Changes Everything.

A estes juntaram-se ainda Maria João Ceitil, HR Consulting Coordinator na CEGOC, e Bruno Horta Soares, Leading Executive Advisor na IDC Portugal, que lideraram em conjunto o Acceleration Workshop “How Agile is your HR?”;  Zoltan Istvan, keynote speech do “Superhuman – How Converging Transhumanist Technologies will Change everything”, que antecipou como é que o ser humano poderá evoluir nas próximas décadas, com recurso a inovações científicas e tecnológicas que prometem “fintar” a morte e elevar a condição humana para uma dimensão “super-humana”; e ainda Rodrigo Coutinho, da OutSystems, entre muitos outros.

Quanto à edição do próximo ano, o Business Transformation Summit já está agendado para o dia 8 de outubro de 2020, e tem confirmada a presença de Kory Kogon, FranklinCovey’s Global Productivity Practice Leader e Managing Director da FranklinCovey All Access Pass Passholder Services.

Comentários