Balanço: Portugal Ventures fecha 2021 com mais de 12 milhões de euros de investimentos

Investiu em 48 novas empresas, realizou 22 operações de follow-on e fez Exit de 17 empresas. Este são alguns dos números revelados no balanço que a Portugal Ventures divulgou ontem.

“Num ano onde a única certeza foi a incerteza, a Portugal Ventures manteve ativamente o seu foco: capitalizar as empresas portuguesas que necessitam de fôlego financeiro para fazer crescer novas oportunidades de negócio globais. Em 2022, continuaremos a trabalhar lado-a-lado com as empresas do nosso portefólio, com as suas equipas, os nossos parceiros, no sentido de contribuir para o fortalecimento da economia portuguesa”. A afirmação é do Conselho de Administração da Portugal Ventures que ontem revelou o balanço de atividade da sociedade de capital de risco do Grupo Banco Português de Fomento.

Assim, e apesar das limitações impostas pela pandemia, a Portugal Ventures superou o número de novos investimentos face a 2020, ao investir em 48 novas empresas, num montante total de 8,3 milhões de euros; realizou 22 operações de follow-on com 4,5 milhões de euros em reforço de capital nas empresas do seu portefólio; somou um investimento de 12,8 milhões de euros em 70 empresas; realizou seis operações de co-investimento, num montante total de 13 milhões de euros, em conjunto com os seus parceiros de capital; e concretizou o Exit de 17 empresas do portefólio, entre os quais a Zaask e o Mercadão.

A estes números, junta-se ainda o número de candidaturas que a Portugal Ventures recebeu ao longo do ano, um total de 297 candidaturas com um montante de investimento solicitado de 74,9 milhões de euros.

Para  fazer face à procura do ecossistema e à necessidade de capitalização das empresas, no ano passado a PV também  lançou seis iniciativas de captação de dealflow: 4.ª Edição da Call Tourism e 3,ª Edição da Call FIT – Fostering Innovation in Tourism – em parceria com o Turismo de Portugal e com o Nest – Centro de Inovação do Turismo; duas chamadas para a Call Deep Tech, conjuntamente com a Imprensa Nacional Casa da Moeda; e ainda a 1,ª Edição da Call Açores e 11 edições do Open Day.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados