As 5 melhores cidade do mundo para lançar uma start-up

De Boston a Melbourne, conheça as razões que tornam estas cidades atrativas para os fundadores de start-ups e que fazem “esquecer” Silicon Valley.

Quando se trata de iniciar um novo negócio no setor da tecnologia, o primeiro lugar que vem à mente é Silicon Valley, em São Francisco, na Califórnia. No entanto, o aumento do custo de vida e o preço dos imóveis estão a criar dificuldades aos empresários, que, normalmente, já têm um orçamento limitado. Por esta razão, não devem esquecer que existem muitos outros locais alternativos para encontrar um novo negócio e que podem ser financeiramente mais atrativos do que Silicon Valley.
O Entrepreneur enumera as cinco melhores cidades, além de São Francisco, para lançar uma start-up.

1. Boston, Massachusetts, EUA

Boston é a versão da costa leste de São Francisco. Tem uma população com um nível elevado de escolaridade porque abriga mais de 60 universidades. Além disso, algumas das universidades de maior prestígio, como MIT e Harvard, estão localizadas em Boston e isso faz com que seja fácil encontrar o talento necessário. Não se esqueça de que tanto Bill Gates como Mark Zuckerberg começaram os seus estudos em Boston.

2. Berlim, Alemanha

Berlim é um dos ecossistemas de start-ups que mais tem crescido em todo o mundo. Existem muitas start-ups sediadas na capital alemã.  Além disso, existem muitos programas aceleradores e centros de incubação para ajudar os empresários a expandirem os negócios. É no meio da Europa e a Alemanha tem uma economia muito forte. Portanto, se um empreendedor pretender expandir os seus negócios europeus, Berlim é o lugar certo!

3. Bangalore, Índia

Bangalore hospeda cerca de 4.900 start-ups ativas. É uma das principais cidades de tecnologia da Índia desde a década de 1970. Entre os seus atrativos está o baixo custo de mão-de-obra e um grande talento técnico. Além disso, há muitos early adopters em Bangalore o que permite que as start-ups possam mostrar mais facilmente os seus MVP ou os seus produtos acabados e encontrar alguns utilizadores ativos. Tem um grande potencial de investimento também.

4. Istambul, Turquia

Istambul é a ponte entre a Europa e a Ásia. É uma cidade muito grande, com uma população de 15 milhões de pessoas – composta maioritariamente por jovens. A propriedade de dispositivos móveis e as taxas de penetração da Internet são muito elevadas. Todos os anos são inaugurados novos programas de aceleração de negócios e centros de incubação, portanto, entrar num programa para expandir o negócio é mais fácil. No entanto, é um mercado emergente, por isso o empreendedor deve estar pronto para enfrentar os desafios que lhe são inerentes.

5. Melbourne, Austrália

Melbourne costuma competir com Sydney para ser a cidade tecnológica da Austrália, mas apresenta relativamente à segunda menores custos de vida e de imóveis, tornando-a atraente para os fundadores de start-ups. Além disso, os habitantes estão abertos a novas ideias e inovações, o que torna mais fácil encontrar os primeiros adeptos. Outro ponto a seu favor prende-se com o facto de a comunidade empresarial ser muito diversificada, de modo que os fundadores de start-ups de qualquer setor podem experimentar o sucesso.

Comentários

Artigos Relacionados

Carlos Carvalho, presidente da ADP França, Suíça e Tunísia