Ao longo de cerca de 400 páginas, este novo livro de Hugo van der Ding reforça o registo sarcástico e non-sense que são a imagem de marca do autor.

Do que fala
Hugo van der Ding, um dos humoristas mais acutilantes do panorama nacional, regressa aos livros com a edição de “O lixo na minha cabeça”. São cerca de 400 páginas, onde o autor reúne centenas de algumas das melhores tiras de desenho com que se destacou na imprensa e nas redes sociais, com as suas múltiplas personagens hilariantes.

“O lixo na minha cabeça” acaba por ser uma seleção criteriosa dos melhores e piores bonecos de um homem que, segundo o próprio, não sabe desenhar, mas com o dom, dizem os seus leitores, de espalhar gargalhadas com um traço minimalista e um notável sentido de observação e de humor. Só no Instagram perto de 200 mil seguidores acompanham diariamente o ritmo desconcertante do seu trabalho.

Quem escreveu
Hugo van der Ding, 44 anos, nasceu em Paris. Estudou Arquitetura na Universidad de Gran Colombia, em Bogotá, com doutoramento em Urbanismo Rural. Assinou obras na capital colombiana e também em Medellín, como La Catedral, a famosa prisão desenhada para Pablo Escobar. Veio para Lisboa em 2010 como moço de recados da embaixada da Colômbia e ficou por cá depois do final da missão.

Temas Chave
Humor, sociedade, política.

Ficha Técnica
Título: O lixo na minha cabeça
ISBN: 9789896614812
Edição: agosto de 2022
Editora: Oficina do Livro
Idioma: Português
Encadernação: Capa dura
Páginas: 384

Comentários