Um lado positivo desta pandemia tem sido a mudança na aprendizagem dos estudantes em todo o mundo. Em uníssono está a adaptação que os professores têm de fazer para que o conteúdo seja relevante para os alunos da Geração Z.

Os professores na sala de aula veem em primeira mão como os alunos regressam após o lockdown da Covid, trazem consigo metodologias escolares online. Os professores têm de adaptar as suas estratégias de ensino para envolver os seus alunos e lutar para convencer os dirigentes escolares a mudar as práticas e as mentalidades.

Professores querem ser líderes
A liderança dos professores está a emergir como uma necessidade reconhecida nas escolas. Envolver vários stakeholders na sua capacidade coletiva está a ser cada vez mais visto como fundamental para o sucesso dos estudantes. Os professores devem desempenhar um papel fundamental na liderança da escola. Afinal de contas, trazem uma perspetiva ao nível do solo sobre os benefícios da utilização da tecnologia para a instrução e pedagogia.
Promover e desenvolver professores como líderes deve ser a prioridade número um quando a tomada de decisões e a interpretação das políticas são hoje ativas nas escolas. No entanto, não é esse o caso, uma vez que a maioria dos dirigentes escolares se agarra ao status quo e inibe os professores de desempenharem um papel ativo na reforma escolar.

Ser parte da mudança
Os professores tradicionais estão a ver a importância de uma Educação Relevante e de Qualidade e estão a chegar à BGA para uma posição. Sair da sala de aula sem sair da educação está a tornar-se uma tendência, uma vez que os professores acham a instrução tradicional da sala de aula uma coisa do passado.

Mais ainda quando o currículo é de conteúdo pesado e prescritivo na natureza. Os professores  querem manter-se genuínos e em primeiro plano a razão pela qual entraram na profissão: as crianças estão em primeiro lugar!

Ensinar Coaching
A tecnologia está a mudar a educação, permitindo que os nossos alunos possuam a sua educação. Os professores sabem que as crianças prosperam quando desempenham um papel ativo na sua própria aprendizagem; quando sabem e podem refletir sobre como aprendem (metacognição e mentalidades); e quando podem relacionar isso com os outros (empatia). Ao ensinar isto não acontece, pois trata-se de transmitir conhecimento e aprendizagem. Os coaches focam-se em orientar e motivar os alunos no seu caminho para a aprendizagem e os professores tradicionais querem abraçar a mudança e tornar-se parte da revolução da educação.

 

Versão em Inglês

A silver lining to this pandemic has been the change in student learning across the globe. In unison is the adaptation that teachers have to make for content to be relevant to Generation Z learners. Teachers in the classroom see first-hand how students returning after Covid lockdown, bring online school methodologies with them. Teachers have to adapt their teaching strategies to engage their learners and struggle to convince school leaders to change practices and mindsets.

Teachers wanting to be Leaders
Teacher leadership is emerging as a recognized necessity in schools. Engaging multiple stakeholders for their collective capacity is increasingly being seen as fundamental to student success. Teachers should play a pivotal role in leadership of the school. After all they bring in ground level perspective on the benefits of using technology for instruction and pedagogy. Promoting and developing teachers as leaders should be the number one priority when decision-making and policy interpretation is active in schools today. However, this is not the case, as most school leaders hold on to status quo and inhibit teachers from playing an active role in school reform.

Becoming part of the change
Traditional school teachers are seeing the Importance of a Quality and Relevant Education and are reaching out to BGA for a position. Leaving the classroom without leaving education is becoming a trend, as teachers find traditional classroom instruction a thing of the past. More so when the curriculum is content heavy and prescriptive in nature. Teachers want to stay genuine and foreground the reason they got into the profession in the first place: the kids come first!

Teaching to Coaching
Technology is Changing Education allowing our learners to own their education. Teachers know that kids thrive when they play an active role in their own learning; when they know and can reflect on how they learn (metacognition and mindsets); and when they can relate it to others (empathy). With teaching this does not happen, as it is about imparting knowledge and learning. Coaches focus on guiding and motivating students in their path to learning and traditional teachers want to embrace the change and become a part of the education revolution.

________________________________________________________________________________________

Soraya Fernandes nasceu na África do Sul, filha de pais portugueses. Tem mais de duas décadas de experiência em educação, viveu e trabalhou em nove países, abrangendo cinco continentes. Desempenhou diversos papéis na área da educação, negócios e gestão internacionais. Acredita que o nível de sucesso raramente excederá o nível de desenvolvimento pessoal porque o sucesso é algo que atrais pela pessoa em que te tornas.

Enquanto vivia e trabalhava no estrangeiro, Soraya treinava em aprendizagem baseada em projetos como Cambridge, Montessori, American e IB curriculum. É mestre em Ciências da Educação com estudos de especialização k-12 da U.S.A., certificado em International Baccalaureate em Bruxelas e Toronto e possui um diploma internacional de Montessori do Reino Unido. O seu propósito na vida é orientado pelas palavras de Leo Tolstoi “O único sentido da vida é servir a humanidade

Comentários