Inspirada em Lisboa e nas 7 colinas, a marca de sapatos 100% portuguesa ambiciona calçar 1 em cada 10 mulheres em todo o mundo.

As coleções transportam na sola o peso da história da cidade de Lisboa. As sete colinas gravitam em cada pormenor e servem como pilar e ponto de partida para toda a filosofia da marca.

Lançada há mais de um ano, a 7Hills Shoes é uma marca nacional inspirada na alma lusitana. As suas coleções – duas por ano – são inspiradas no que nos rodeia e na envolvência da capital. São disso exemplo os azulejos portugueses ou até o ferro forjado das varandas de Portugal. A marca surge do cruzamento entre o conforto do dance wear e a originalidade e irreverência do street wear.

“A 7Hills surge da paixão pelos sapatos e por criar um negócio/marca própria. Surge depois de um curso de Design de Calçado que me inspirou na criação da primeira coleção Shall We Dance e que desde logo teve muito boas críticas. Daí a pesquisar fábricas, fazer os primeiros protótipos e lançar a primeira coleção foram meses de muito trabalho e muita dedicação, até que em abril de 2015 a marca foi criada e apresentei a coleção pela primeira vez na GDS em Düsseldorf (uma das mais importantes feiras de calçado), onde fui logo convidada a desfilar nas passerelles de apresentação de marcas emergentes”, explicou Dulce Guarda, fundadora da 7Hills ao Link To Leaders.

Os sapatos 7Hills apostam no conforto sem esquecer o design e a elegância. Neste sentido, todos os modelos respeitam determinadas características: “Todos os modelos são 100% pele, os saltos altos nunca ultrapassam os 8 cm de altura e nunca são muito finos. São compensados de forma a conferir altura sem prejudicar o conforto, o interior é pensado como um todo para deixar o pé o mais confortável possível e a sola é antiderrapante. Além disso, cada coleção conta uma história. Isto reflete-se nas solas de cada modelo. Em cada sola existe uma pequena frase e, todas juntas, formam uma pequena história que se consegue ler por completo em cada coleção”, explica a responsável.

As encomendas podem ser feitas na Internet, através da página de Facebook da marca, ou no showroom em Lisboa. Neste último caso, os clientes terão de enviar mensagem privada para a página de Facebook para agendar a visita.

A marca comunica essencialmente através das redes sociais, mas o esforço financeiro elevado impede que comunique para o mercado externo.

“Encontrar uma rede de distribuição regular é outro ponto que também dificulta [a comunicação]. No entanto sabemos que, ao ter uma representação em termos de agentes/representantes da marca internacionais e ao estar presente nas férias de calçado internacionais, irá melhorar a distribuição”, explica Dulce Guarda, referindo que estão à procura de investimento para alavancar o posicionamento da marca, mas também de apoio na área comercial e na sua internacionalização.

Dulce afirma que o calçado português é bastante valorizado no mercado externo e considera que existem vários mercados em que podem atuar, “embora o crescimento da marca esteja pensado para se fazer de forma evolutiva da seguinte forma: Europa Norte, USA, Japão e China. Mais tarde, depois quando a 7Hills for uma marca sólida, poderemos crescer para outros.”

Aumentar a equipa de vendas, de forma a melhorar a sua distribuição e a comunicação da 7Hills como uma referência, é outros dos objetivos da marca que tem já  traçado um caminho para o futuro: “Queremos calçar 1 em cada 10 mulheres pelos quatro cantos do mundo”, revelou Dulce Guarda.

Resumo:
Responsável: Dulce Guarda
Área: Moda
Produto: Calçado
Mercado: Português e Internacional
Necessidade: Investidor para internacionalizar a marca e apoio comercial
Contacto:contact@7hills.pt

 

 

 

 

 

 

Comentários